Um homem foi preso pela polícia na manhã de quinta-feira (12), acusado de agressão sexual contra um jovem dentro de uma Entidade religiosa, localizada na comunidade do Curari, em Careiro da Várzea, cerca de 25 quilômetros de Manaus, capital do Amazonas. O suspeito de ter cometido o ato ilícito foi identificado pela polícia como Wanderson Batista Garcia, de 36 anos, que se apresenta como pastor na localidade.

Para a polícia, Wanderson é o principal suspeito de ter estuprado um jovem de 21 anos. De acordo com polícia, o pastor também é suspeito de ter abusado de três adolescentes. Porém, nesta sexta-feira (13), ele foi apresentado à imprensa, mas não quis falar nada sobre o caso.

Todas as vítimas eram membros da entidade religiosa. [VIDEO]

O homem usava sua posição como pastor para abusar das vítimas

Conforme informações do delegado David Jordão Gonçalves, que está à frente das investigações, a vítima foi quem foi até a delegacia e registrou uma queixa contra o pastor. Segundo a vítima, o acusado teria o convidado para realizar atividades noturnas na entidade religiosa, mas era apenas um pretexto para cometer o crime, segundo o delegado. David Jordão relatou que o homem aproveitava da sua posição como pastor para se aproximar das vítimas para cometer os atos ilícitos. [VIDEO]

Outras três adolescentes relataram que foram abusadas pelo pastor

Um mandado de prisão contra o pastor foi expedido pela Justiça no mês de setembro deste ano. Na delegacia, o acusado prestou o depoimento, mas negou ter tido contato carnal com a vítima.

Alegando que o contato físico que teve com o rapaz aconteceu com o consentimento dele. Conforme informações repassadas pela polícia, outras três supostas vítimas do pastor também registraram uma queixa contra ele. As vítimas têm idade entre 12 e 14 anos. Após o depoimento o acusado foi indiciado pelo crime de estupro, em seguida, foi levado para uma cadeia da cidade onde ficará à disposição da Justiça.

Outra menina é estuprada em Manaus

Outro caso semelhante aconteceu na quarta-feira (11), também em Manaus. Na ocasião, uma garotinha de 12 anos foi estuprada [VIDEO]por um homem quando ela ia para a escola. De acordo com a polícia, a vítima ficou mais de 6 horas sendo abusado pelo acusado. O acusado de ter cometido o crime é um homem de 40 anos, que foi preso na quinta-feira (12), outro homem que participou do crime está foragido da polícia. A vítima foi levada para exames médicos, os resultados comprovaram que a vítima foi estuprada pelo acusado. O caso continua sendo investigado.