Não é de hoje que noticiamos casos absurdos, envolvendo pessoas e religiões. A famosa ‘intolerância religiosa’ ainda é bem comum entre a população, principalmente aqui no Brasil. Na maioria dos casos, vemos um grande debate entre cristãos e católicos. Essas duas religiões parecem não se dar muito bem.

Um dos debates mais frequentes entre eles são a questão de adoração a imagens de santos, presentes em todas as igrejas católicas, porém, proibidas nas igrejas evangélicas, o que acaba fazendo com que alguns cristãos acabem se colocando em situação melhor ou superior aqueles que adoram as imagens.

Porém, aprendemos que devemos respeitar ao próximo acima de tudo. Esse é um dos principais mandamentos descritos na Bíblia, o livro sagrado utilizado em ambas religiões. Mas, esse mandamento parece não ser muito praticado e o resultado acaba sendo um dos piores.

Foi o caso que aconteceu recentemente e que tem revoltado milhares de pessoas por todo o Brasil.

Padre lamenta o ocorrido com a igreja e a imagem de Nossa Senhora Aparecida

De acordo com informações, obtidas no site “Acesse Notícias”, um criminoso invadiu uma paróquia da Igreja Católica no último sábado (21), no município de Juara, localizado a 697 km de Cuiabá.

A invasão só foi descoberta no dia seguinte, quando algumas fiéis da igreja chegaram para faxinar o local e se depararam com a igreja de pernas para o alto. O que mais chocou, foi ver a imagem da santa Nossa Senhora Aparecida totalmente depredada ao chão.

O Padre responsável pela unidade, Vagno Reato, não soube informar o horário em que a igreja foi invadida. Ele apenas informou que o suspeito teria adentrado na unidade pelas portas dos fundos.

Ele acredita que o ato ocorreu entre a noite da sexta-feira (20) e a madrugada do sábado. Esses dois dias, a igreja se mantem de portas fechadas e só funcionaria no domingo.

Ao chegar no local as mulheres se depararam com o piso totalmente sujo e com fezes humanas para todos os lados. O suspeito acabou despedaçando a imagem da santa e ainda acabou jogando fezes sobre a mesma. A escultura da santa não teve reaproveito, pois ficou totalmente danificada.

“O que passa na cabeça de uma pessoa para cometer tal atitude? Como pode existir pessoas assim? ”, lamentou o padre em uma reportagem para a imprensa local.

Vale ressaltar que este ano de 2017, a Igreja Católica irá celebrar os 300 anos de aparição de Nossa Senhora Aparecida. A santa foi encontrada no ano de 1717 por um grupo de pescadores, no Rio Paraíba, em Guaratinguetá (SP). Até o fechamento desta matéria ninguém havia sido preso e a igreja também não teria se manifestado para registrar o boletim de ocorrências.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo