Uma estudante foi morta a tiros, dentro da sala de aula, na manhã desta segunda-feira, dia 06, quando um homem invadiu uma Escola estadual na cidade de Alexânia, cidade que fica no interior do Estado de Goiás, e efetuou os disparos. A vítima foi identificada como Raphaela Novince, e tinha 16 anos.

Segundo informações da Polícia Civil que abriu inquérito para investigar o caso, o suspeito do crime é Misael Pereira Olair, de 19 anos, que foi preso em flagrante, e em depoimento disse que sentia 'ódio' da vítima e que isso o motivou a adquirir uma arma, com a intenção de matá-la.

A delegada que está à frente do caso, Rafaela Wiezel, informou que o suspeito é um ex-aluno da Escola Estadual 13 de Maio, local onde ocorreu o crime, e que o crime teria sido praticado por motivo passional. Rafaela diz ainda, que Misael informou que conhecia a vítima fazia muito tempo, que sabia muito sobre a vida dela e que sentia muito ódio dela. O suspeito disse ainda que uma vez tentou um relacionamento com a vítima, mas que ele teria sido rejeitado, e que por conta dessa rejeição, ele teria decidido comprar a arma para acabar com a vida da moça.

Como ocorreu o crime

De acordo com a delegada Rafaela, o crime aconteceu logo no início da manhã, quando o suspeito invadiu a escola e foi em busca da sala de aula onde a vítima estudava. Ele chegou a adentrar na primeira sala do corredor, mas não a encontrou. Ao entrar numa segunda sala, Misael encontrou Raphaela e já foi em sua direção, efetuando vários disparos contra ela, que veio a falecer no local.

Ao todo, foram efetuados 11 disparos, todos direcionados contra a face da vítima.

A delegada informou por fim que, diante dos fatos, fica ainda mais reforçada a hipótese de crime passional, pois o autor do crime havia estudado o ano passado na escola e guardado um sentimento ruim pela jovem.

Misael tentou se evadir do local do crime, mas foi preso em flagrante pela Polícia Militar, que foi acionada após o ocorrido e se descolou até a escola.

A assessoria de imprensa da corporação informou em nota, que o suspeito tentou fugir em um carro Ford Scort, mas foi preso em flagrante pelos militares. Informou ainda que com o suspeito foi apreendido um revólver calibre 32, possivelmente a arma utilizada para cometer o crime.

Misael será processado pelo crime de homicídio qualificado (feminicídio), e deve ser encaminhado para um presidio, onde ficará a disposição da Justiça. O corpo da jovem Raphaela foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), para realização de autópsia.

A Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), que é o órgão responsável pela escola, ainda não se posicionou sobre o ocorrido.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Escola
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!