Todo mundo passa por momentos difíceis durante a vida, algumas pessoas mais, outras menos. No entanto, o certo é que todos passamos por adversidades durante a longa trajetória da vida. Infelizmente, muitos atravessam dificuldades na área da Saúde. A doença é algo muito difícil de enfrentar, ela não escolhe sexo, classe social e nem idade. A história de uma garotinha de apenas quatro anos tem provocado grande comoção nas pessoas.

A pequena Ashalley Vitória foi diagnosticada com uma doença muito grave, a leucemia.

Publicidade
Publicidade

Ela descobriu recentemente a doença, e desde então tem enfrentado um dos momentos mais difíceis de sua vida. Com a chegada do natal, muitas crianças escrevem cartinhas para o Papai Noel. A garotinha não fez diferente e também decidiu fazer sua cartinha. Mas o pedido totalmente inusitado da menina deixou de coração partido a pessoa que leu a carta.

A cartinha da menina foi enviada aos correios da cidade de Rio Branco. A empresa sempre faz uma campanha no período do natal em que recebe as cartas enviadas ao Papai Noel.

Qualquer pessoa pode ir até uma agência dos correios e adotar uma cartinha e dessa forma fazer uma criança mais feliz. O pedido da pequena lutadora ganhou repercussão e o que ela pediu é de fazer qualquer um chorar.

Diferente do pedido de outras crianças da mesma idade, Ashalley Vitória não pediu brinquedos. Ela pediu ao bom velhinho que lhe trouxesse fraldas descartáveis do tamanho GG e também surpreendeu ao pedir bolsas de sangue do tipo A positivo.

Publicidade

Segundo informações de Cleonice Sousa, mãe da garotinha, a filha apresentou os primeiros sintomas no final do mês de outubro. Ela precisou ser hospitalizada e desde essa época continua internada no Hospital da Criança, na cidade de Rio Branco.

Cleonice relatou que a menina passou mal e começou a vomitar sangue. Ela procurou atendimento médico e logo foi encaminhada para o hospital onde continua internada. Extremamente emocionada, a mãe de Ashalley contou que a médica que prestou atendimento já foi logo dizendo o verdadeiro problema da filha e informando que não havia previsão de alta.

Segundo a mãe, a garotinha de quatro anos não tem muita noção da gravidade do problema. No entanto, ela tem consciência que precisa de sangue e por isso decidiu fazer a carta para o papai Noel com o pedido tão especial. Apesar da gravidade da doença, Cleonice contou que sua filha é muito guerreira.

A família está preocupada com o sangue, pois a menina tem necessitado de transfusão sanguínea para ajudar a aumentar a imunidade. Cleonice está desempregada e conta que tem passado por dificuldades financeiras, mas que ver a filha doente lhe causa um sofrimento muito maior.

Publicidade

Leia tudo