Parece mais uma piada, mas é um caso verídico e chamou a atenção da população da cidade de Montes Claros, que fica localizada na Região Norte de Minas Gerais a aproximadamente 426 km da capital mineira Belo Horizonte. Uma mulher ficou presa em uma árvore e, por não conseguir descer e nem mesmo se mexer, precisou da ajuda do corpo de bombeiros da cidade que se prontificou em resgatá-la. Mas a motivação para a mulher escalar a árvore é ainda mais estranha e até mesmo hilária.

De acordo com o portal de notícias online do jornal 'O Tempo', os agentes do Corpo de Bombeiros tiveram bastante trabalho para retirar a mulher da árvore. Acostumados com as ocorrências que envolvem a captura de gatinhos em apuros no galhos mais altos dos arvoredos, desta vez precisaram utilizar técnicas especiais para alcançar a vítima que estava em um lugar de difícil acesso. O caso inusitado aconteceu na madrugada desta sexta-feira (17) e chamou bastante atenção de toda a vizinha da Rua N, localizada no Bairro Eldorado, em Montes Claros.

"A marvada pinga"

Segundo as informações obtidas junto ao tenente do Corpo de Bombeiros Reinaldo de Souza Freitas, a mulher, de 33 anos, que apresentava sinais de embriaguez estava inconformada com o fim de seu Relacionamento e depois de tomar umas e outras, resolveu invadir a casa do amado, subindo na árvore que fica em frente à residência do mesmo. Ainda de acordo com Reinaldo, a árvore tem aproximadamente três metros de altura, e durante a escalada, a apaixonada inconformada acabou escorregando e ficando presa entre os galhos.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Relacionamento

Pessoas que moram próximas ao local ouviram os gritos de socorro e acionaram o Corpo de Bombeiros, já que o Ex-namorado da mulher não estava na residência no momento da tentativa de invasão.

Resgate da inconformada

Para conseguir retirar a mulher do topo da árvore, foi necessário utilizar técnicas de salvamento em alturas. Vários galhos da árvore precisaram ser amarrados a fim de liberar espaço para o trabalho de resgate.

A mulher não sofreu nenhum tipo de ferimento, ela se recusou a receber atendimento médico e, por isso, não foi encaminhada ao hospital mais próximo da região. Muito envergonhada ela deixou o local sem dar maiores explicações.

Felizmente, este caso terminou da melhor forma possível, mas muitas vezes a recusa em aceitar o término de um relacionamento termina em tragédia. É preciso aprender a superar tais separações e perdas para seguir em frente e voltar a ser feliz.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo