Dois indivíduos tentaram invadir a casa de um policial militar na manhã dessa quarta-feira (22), por volta das 8h30, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Os suspeitos estavam em uma bicicleta vermelha no bairro Weissópolis. De imediato, um dos indivíduos resolveu pular o muro de uma residência, pois a rua estava aparentemente vazia. Assim que os indivíduos entraram na casa, pensaram que não havia ninguém, e tentaram quebrar a janela da sala para furtar todos os objetos de valor.

O que os indivíduos não sabiam era que na residência havia um homem, que era um policial militar. Assim que o militar escutou o barulho vindo da sala, resolveu olhar nas câmeras de segurança para ver o que estava acontecendo, e visualizou os indivíduos entrando na casa.

De imediato, o policial pegou a sua pistola que fica no guarda-roupas e foi até a sala para abordar os indivíduos. Chegando lá, o militar pediu para os indivíduos se renderem, mas o pedido foi negado, se iniciando uma intensa troca de tiros.

Um dos ladrões acabou levando um tiro no peito e morreu na hora, já o outro levou um tiro próximo ao pescoço e se entregou. Agonizando, o assaltante pediu desculpas ao policial e pediu para o mesmo ligar para o Samu.

Antes de atender ao pedido do ladrão, o policial ligou para Central da Polícia Militar e relatou tudo o que havia acontecido. Em alguns minutos, diversas viaturas policias chegaram ao local junto com uma ambulância.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Quando os paramédicos entraram na residência, constataram que um dos assaltantes já estava morto, enquanto o outro agonizava no chão de dor.

O assaltante morto foi levado para o IML, onde aguarda a chegada de algum familiar para a liberação do corpo. Já o seu comparsa, foi levado até um Hospital da região, onde passou por uma pequena cirurgia e aguarda em observação.

O policial que reagiu foi encaminhado até uma Delegacia do bairro para esclarecer ao delegado de plantão, Vinícius Ribeiro, da Divisão de Homicídios, o que de fato havia acontecido.

Segundo o policial, ele disse que estava dormindo, quando escutou barulhos vindo da sala. De imediato, olhou pelas câmeras de segurança e constatou que sua residência estava sendo alvo de assalto. Ele afirmou que não tinha intenção de matar ninguém.

Alguns moradores do bairro afirmaram que quase todos os dias tem assalto. Eles pedem mais policiamento na região. Até o momento, nenhum porta-voz da Policia Militar se pronunciou sobre o fato.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo