São Gonçalo - RJ amanheceu em confronto hoje, em uma mega operação conjunta das forças de segurança. O complexo do Salgueiro foi cercado e diversas ações de segurança foram implementadas pela manhã.

Em represália ao forte esquema de tráfico de drogas e ilícitos na região, as forças armadas em conjunto com as polícias militares, civis, força nacional de segurança pública e polícias federal e federal rodoviária colocaram em prática a Megaoperação de segurança pública.

Publicidade
Publicidade

Contingente militar empenhado na megaoperação em São Gonçalo

Na região de São Gonçalo, onde estão localizados o complexo do Salgueiro e a comunidade Anaia, região metropolitana do Rio de Janeiro, o Estado Maior em apoio ao Plano Nacional de Segurança disponibilizou cerca de vinte e quatro (24) veículos blindados e dezoito (18) embarcações das Forças Armadas contando com o contingente de três mil e quinhentos (3,5mil) militares empenhados na megaoperação.

Apenas um agente de segurança feriu-se a caminho da megaoperação: trata-se de um policial rodoviário federal que acidentou-se na ponte Rio Niterói, mas o mesmo já foi atendido e passa bem.

Segundo o porta voz do CML - Comando Militar Leste, não houve confronto entre bandidos e agentes da segurança pública e a megaoperação em São Gonçalo transcorreu pacificamente.

Conforme informações da Polícia Militar do Rio de Janeiro, duas pessoas foram detidas e algumas apreensões de entorpecentes foram feitas na comunidade do Anaia.

Publicidade

Além de todo esse aparato bélico, a megaoperação contou com agentes da Força Nacional de Segurança posicionada no cruzamento da Rua Vicente de Lima Cleto com a Estrada da Palmeira onde ficam os acessos para o Complexo comunitário do Salgueiro.

Um helicóptero sobrevoa o perímetro em apoio aos agentes de segurança envolvidos na megaoperação.

Com a palavra, os moradores de São Gonçalo e complexo do Salgueiro

Os moradores da região onde acontece a megaoperação de segurança, amanheceram surpresos pois nunca haviam visto algo parecido com o que está acontecendo hoje na região.

Nas marginais, ruas e adjacências que rodeiam o complexo no Salgueiro em São Gonçalo, os agentes de segurança revistam veículos e pedestres, suas mochilas e bolsas.

Alguns moradores declararam ao jornal O Globo que sentiram-se incomodados com a presença dos policiais e de certa forma constrangidos com a revista pessoal.

Um rapaz de 23 anos disse nunca ter visto algo parecido em toda a sua vida, e, segundo ele, se sente inseguro com tantos agentes de segurança armados em São Gonçalo cercando todas as saídas do complexo comunitário do Salgueiro.

Publicidade

O setor de inteligência da força de segurança usa as redes sociais em apoio a megaoperação em São Gonçalo

A Força de Segurança do Rio de Janeiro utilizou o Twitter e publicou as fotos de dez bandidos procurados em São Gonçalo. Na postagem, os agentes os classificaram como “Os principais criminosos do Complexo do Salgueiro”, veja:

Leia tudo