Quatro suspeitos estavam em um veículo furtado na Rodovia Padre Manuel da Nóbrega, no interior de Mongaguá.

Os suspeitos haviam furtado um carro de uma casa em Praia Grande, onde tinham a intenção de fugirem para o município vizinho de Mongaguá para realizarem roubos e assaltos. Uma pessoa ainda não identificada ligou para a Central da Polícia Militar, relatou que os jovens estavam às margens da via. Algumas viaturas que estavam na via, resolveram fazer um cerco para tentar parar os indivíduos.

Uma das viaturas que estava próxima ao Km 304 visualizou o veículo informado, e os policiais foram atrás, e com sinais sonoros e luminosos, pediram para os suspeitos encostarem o carro.

Um dos suspeitos que estava na direção do carro foi identificado como Josué dos Santos Lima, de 28 anos, que acabou acelerando o veículo. Policiais pediram apoio e foram atrás dos indivíduos.

A perseguição durou alguns minutos e se estendeu até o trevo do bairro Nossa Senhora de Fátima, onde os indivíduos acabaram batendo com o carro em uma placa de sinalização, quase caindo em um canal próximo da Avenida Monteiro Lobato.

Josué e um outro jovem de 16 anos acabaram saindo do carro para tentar fugir, mas logo foram capturados pelos policiais.

Os outros dois suspeitos também tentaram sair do carro, mas só um conseguiu, pois o outro acabou ficando preso pelo cinto de segurança. O homem que fugiu era conhecido como ''capetinha'', e portava um revólver com o qual atirou contra os policiais.

Os policiais também reagiram, e o indivíduo acabou sendo atingido com dois tiros nas nádegas e um outro no peito. Agonizando de dor, o suspeito pediu para os policiais acionarem um ambulância do Samu.

Após alguns minutos, os policiais acabaram acionando, mas quando os paramédicos chegaram no local, era tarde demais. O indivíduo foi encaminhado para o IML, onde aguarda a chegada de algum familiar para liberação do corpo.

Após o fato, os três suspeitos que foram presos, acabaram sendo encaminhados até uma Delegacia da cidade. O delegado de plantão, Alberto Neto, da Divisão de Homicídios, autuou os dois indivíduos por participação no crime, enquanto o outro foi apreendido e encaminhado para Fundação Casa, onde aguarda uma audiência de custódia.

A vítima que teve seu veículo furtado pelos indivíduos foi informada, e ao chegar na Delegacia caiu aos prantos, pois viu seu carro completamente destruído, e relatou que o veículo não possuía seguro. Mesmo assim, a vítima agradeceu a ação dos policiais envolvidos.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!