Em um levantamento feito pelo Datafolha, foi constatado que em cada dez brasileiros, sete não concordam com à privatização de estatais.

A maioria da população brasileira enxerga mais percas do lucro e prejuízos do que benefícios quando as companhias estatais são vendidas para estrangeiros.

A pesquisa analisou por região, preferência partidária, grau escolar, gênero e aprovação ao atual governo (Michel Temer), foi constatado que esta resistência a privatizações é predominante em todos os recortes.

A ideia de privatização só é aceita entre a classe média, onde a maioria (55%) disseram que apoiam e são favoráveis à privatização. Esses dados caem a medida em que os entrevistados demonstram um rendimento familiar menor. Os que possuem renda em média de dois salários mínimos, tem um percentual de aprovação à privatização inferior a 15%.

A região que demonstra maior resistência é a do Norte e Nordeste do país, nessas regiões tem em média 78% e 76% de rejeição a ideia de privatização. Já na região do Sudeste existe uma rejeição menor cerca de 67%.

O Datafolha ouviu cerca de 2.765 pessoas apresentando uma margem de erro de dois pontos percentuais.

Quando a pesquisa abordou a avaliação do governo Michel Temer, aqueles que acham como bom ou ótimo ficaram no empate técnico, mas quando foram perguntado sobre a série de projetos de privatização de Temer, a maioria não aprovou 51%.

O governo vêm tentando desestatizar algumas empresas, essa resistência comprovada na pesquisa têm sido um entrave para concluir o projeto de privatizações até o fim do próximo ano, dentre as empresas que passarão por este processo, a Eletrobras é a principal delas.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Eleições

A população brasileira em sua maioria 70%, não aceitam sob hipótese alguma a privatização da Petrobras. Ministros e pré-candidatos à Presidência da República, tem debatido bastante sobre o tema.

Eleições 2018

Tudo indica que nas Eleições 2018, o tema "Privatizações" estará em destaque, o atual governo promove uma série de programas de desinvestimento, que tem servido de base para atrair investidores para os negócios de longo prazo no Brasil. A resistência a esses programas não partem apenas dos partidos de esquerda, em especial dos eleitores.

Os eleitores menos resistentes sãos os seguidores de Geraldo Alchmin e do deputado Jair Bolsonaro. Os que seguem Lula são os que mais se opõem à privatização. Cerca de 80% de seus eleitores não concordam com a privatização da Petrobras.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo