Dezembro chegou e com ele o espírito natalino começa a tomar forma. Cidades são decoradas, presentes são trocados e a preparação para a ceia de Natal são as prioridades do mês. Mas nem todas as famílias podem passar o Natal do jeito que sempre sonhamos. Famílias carentes passam o ano todo sem condições mínimas de sobrevivência, e durante o mês de dezembro não é diferente. Será mais um ano sem presentes e sem a ceia de Natal para milhares de famílias brasileiras.

Foi com a intenção de realizar os desejos natalinos de crianças carentes que os Correios criaram há mais de 25 anos a Campanha Papai Noel dos Correios. Durante todo ano, a companhia estatal recebe cartas de crianças que pedem o presente que gostariam de ganhar no Natal. São milhares de cartas que realizam sonhos, espalham felicidade e mudam vidas de famílias brasileiras.

Para facilitar a adesão das pessoas, os Correios disponibilizaram a adoção de cartas on-line.

Para isso, basta acessar o blog da campanha e selecionar a opção Adote uma cartinha on-line. Essa opção está disponível apenas para moradores das cidades de Belém, Cuiabá, Porto Alegre, Recife e São Paulo.

Objetivo da campanha

É com esse objetivo que a campanha Papai Noel dos Correios envia cartas com respostas às crianças que escrevem ao Papai Noel e, assim, atender, dentro das possibilidades, os pedidos de presentes de Natal das crianças em vulnerabilidade social.

Além disso, a campanha estimula a redação de cartas feitas a mão pelas crianças, espalhando assim os valores natalinos, como solidariedade.

Outro aprendizado que a Campanha visa atender é ensinar as crianças sobre como endereçar as cartas, como utilizar o CEP e o selo. Isso soluciona um dos problemas nos pedidos, pois, com endereços incorretos, faltantes ou ilegíveis as cartas não podem participar.

Isso ainda confirma o atendimento de quem realmente precisa da campanha: crianças carentes.

Um dos casos mais emocionantes do ano foi o vídeo de uma menina com leucemia que escreveu uma carta com um pedido para o Papai Noel.

O que as crianças pedem

Algumas cartas chegam a emocionar quem as lê. Em algumas delas, uma criança relatou que gostaria de ganhar um tablet. Ela costuma brincar no de uma amiga e sua avó não têm condições de comprar um.

Em outra carta, uma outra criança relata que quer uma bicicleta de Natal e seus pais não podem comprá-la porque estão desempregados.

São sonhos que, com uma simples participação, você pode realizá-los!

Separamos dicas de filmes para você entrar no clima de Natal. Confira aqui!

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo