Uma menina de apenas 12 anos de idade moradora de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, fez um apelo desesperado aos vizinhos e chocou a todos quando teve seu caso revelado na imprensa. A jovem fazia pequenos bilhetes e cartas aos vizinhos relatando a violência cometida por seu próprio pai em sua casa. O homem acabou sendo detido na última quarta-feira, 29, e apesar de negar todos os fatos relatados pela menina, ele já tem precedentes históricos.

O homem, segundo a Polícia Militar, tem passagens pela polícia por maus-tratos e ameaça.

O Conselho Tutelar local acompanhou todo o caso e ajudou no resgate da menina em sua própria casa. Ela foi conduzida a um abrigo e seguirá em uma instituição que cuida de crianças e adolescentes até que todo o caso seja investigado e a culpabilidade (ou não) do suspeito seja comprovada.

Menina envia cartas aos vizinhos relatando violência do pai: 'Quebrou o meu nariz'

Em uma das cartas que a menina enviou para um de seus vizinhos e o portal G1 teve acesso, a menina revela que prefere ver o pai morto antes que ele continue as agressões.

Em um trecho ela também diz que levou um chute no rosto e teve seu nariz quebrado. A menina mora só com o pai e disse que não vê a mãe há pelo menos dois anos. A menina se desesperou principalmente pois o pai revelou que irá para o nortão, ou seja, Norte do Estado e a mudança poderia ser muito pior para a jovem.

'Eu preferia ele morto, assim ninguém precisava sofrer. Eu não aguento. Eu estava tratando de fugir', revelou a menina.

Por outro lado, ela diz que se fugir, seu pai acaba matando as pessoas que ela mais ama. Em outro trecho, que também é polêmico, ela pergunta aos vizinhos se eles não ouvem ela gritar.

Para a polícia, a jovem contou que seu pai a ameaçava, agredia e tentava dormir com ela. Também revelou que ele deu um chute em seu rosto e que chegou a quebrar o nariz dela e que tinha provas, bastava olhar seu nariz.

A Políclia Militar confirmou que o nariz da menina estava luxado e na casa ainda foram encontradas munições de calibre restrito ao uso militar. A Polícia Civil irá investigar todo o caso.

Veja também:

PCC mandou matar Day McCarthy por R$ 50 mil? Veja o que aconteceu

Empregada é demitida no WhatsApp por usar banheiro da patroa: 'Nojenta'

Veja uma das cartas escritas pela garota, revelando toda a violência.

Ela chega na carta a questionar seus vizinhos se eles não a escutam e que quem receber a carta pode denunciar 'pela manhã' que ela tem provas de que ele quebrou seu nariz. Também diz que quer fugir, mas acredita que a fuga geraria ira do pai e ele mataria as pessoas que ela ama.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo