Todos os dias lemos nos jornais e sites e assistimos na televisão notícias ruins e desagradáveis que nos fazem questionar e perder a fé na humanidade. São guerras, corrupção, assaltos, sequestros e mortes. Porém ainda há espaço para esses mesmos veículos noticiarem boas ações, que nos fazem ainda ter um fio de esperança no ser humano, como foi o que aconteceu na cidade de Sorocaba, no interior de São Paulo, onde um rapaz perdeu sua carteira com uma grande quantia em dinheiro, mas o desfecho dessa história coroou a honestidade e o amor ao próximo.

Tudo começou quando Dervile Germano Junior, de 30 anos, foi até uma sessão de cinema em Sorocaba e quando chegou em sua casa só então percebeu que havia perdido a carteira com documentos e 1.350,00 reais em dinheiro após receber uma mensagem. A mensagem era do casal Luan Rodrigues, de 26 anos, e Débora Cordeiro, de 24 anos, que encontraram o objeto perdido enquanto saíram do cinema. Na tentativa de ainda achar o dono naquele momento, eles abriram a carteira e chamaram Dervile pelo nome, mas sem sucesso.

Querendo ter a certeza de que a carteira com os documentos e o dinheiro voltariam para as mãos do dono, eles decidiram ficar com o objeto e procurar por Dervile no Facebook, mas não conseguiram achar. Então tiveram a ideia de procurar em um site de busca, onde finalmente acharam o proprietário. Eles mandaram uma mensagem e rapidamente receberam o retorno.

Para facilitar as coisas, tanto o casal quanto Dervile moram no mesmo bairro, apesar de não se conhecerem, o que tornou a devolução dos pertences mais rápida.

Agradecido pelo gesto do casal, Germano postou um texto em sua rede social relatando todo o ocorrido. O texto foi compartilhado diversas vezes.

“Eu achei que fosse impossível um gesto desse hoje em dia. Já perdi a carteria outras vezes, mas em nenhuma me devolveram”, disse Dervile, em entrevista ao Portal G1. “Infelizmente, atitudes como essa são consideradas raras, porém era para serem normais”, disse Luan.

Recado em carro

Gestos como este não são raros em Sorocaba. No ano passado, também próximo ao final de ano, uma mulher deixou seu carro estacionado em uma rua do centro da cidade, mas se esqueceu de fechar um dos vidros, deixando vários objetos à mostra.

Ao retornar, ao invés dos objetos encontrou o vidro fechado e um bilhete. A mensagem, escrita por um autor anônimo, mas de bom coração, dizia que havia fechado o vidro e que os objetos estavam guardados debaixo do banco.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo