A vida não está fácil para muita gente no Brasil, mas, pelo menos às vésperas do Natal, as pessoas tendem a ficar mais generosas, alegres, motivadas pela magia dos ônibus e caminhões de refrigerantes enfeitados, árvores piscando por todas as cidades e outras decorações que anunciam a chegada do bom velhinho, o Papai Noel. Mas para o símbolo natalino, parece que as coisas também não estão fáceis.

A experiência vivida por um papai noel voluntário na cidade de Itatiba, interior de São Paulo, no último domingo (10), não foi nada alegre.

A bordo de seu trenó, Noel desfilava pelas ruas do bairro Porto Seguro, enquanto sua equipe distribuía doces e balas para a criançada que estava na região para acompanhar a passagem de "Santa Claus" (Papai Noel, em inglês).

Mas o inusitado aconteceu quando acabou o estoque de guloseimas que estavam sendo entregues à garotada. Decepcionadas, as crianças iniciaram um apedrejamento contra os ajudantes do Papai Noel e o próprio velhinho.

Por sorte, ninguém se feriu, apesar de um dos membros da equipe quase ter sido atingido na cabeça por uma pedra de "tamanho generoso", segundo a própria vítima dos Crimes cometidos pelos pequenos.

O rapaz, que por pouco não acabou no pronto socorro da cidade com uma grave lesão no crânio, contou que os agressores faziam parte de um grupo, ou uma quadrilha - como bem entender o leitor -, com cerca de sete crianças com idades de 9 a 12 anos.

Ainda conforme relato do ajudante de Noel, além das pedras, as crianças, revoltadas, atiraram de volta as balas que haviam recebido e ofenderam o velhinho e sua equipe.

Ocorre que os menores do Porto Seguro estavam tendo, com a visita deste domingo, uma segunda chance de ver Papai Noel e receber um agrado.

Isso porque o bom velhinho não colocava os pés na região há 4 anos, pois foi alvo do mesmo comportamento de vandalismo dos pequenos na oportunidade anterior.

Com Noel, estavam mais três voluntários. Eles decidiram deixar o bairro imediatamente, após a agressão, e seguiram para a Praça da Bandeira, no centro de Itatiba, depois de recarregar o veículo que conduzia o bom velhinho com mais balas.

A Prefeitura de Itatiba divulgou nota relatando que não havia sido informada sobre a ocorrência e nem tinha conhecimento de que tal caravana estaria no bairro Porto Seguro, pois a cidade tem a tradição de contar com desfiles de Papais Noéis voluntários todos os anos e que as ações não tem vínculo algum com a administração municipal.

Para evitar novos "confrontos" com crianças recebendo Papai Noel e seus ajudantes na base da pedrada, um endereço da cidade foi divulgado para receber doaçõesde balas por parte dos moradores que quiserem contribuir com a causa. Elas continuarão sendo distribuídas nas próximas apresentações, menos no bairro Porto Seguro, claro.

O endereço fica no centro de Itatiba, na Rua Benjamin Constant, 225.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo