Uma chuva de pedras atiradas por crianças por pouco não causou uma tragédia em um evento beneficente para entrega de doces em Itatiba, cidade localizada a 75 quilômetros de São Paulo. O papai noel que entregava as balas para a crianças por pouco não foi atingido pelas pedras atiradas pelas crianças, que ficaram inconformadas porque as guloseimas haviam acabado.

O caso aconteceu no bairro Porto Seguro, no último domingo (10) e gerou indignação em todo o País, pela maneira como o Papai Noel e sua equipe, que faziam um trabalho voluntário na região, foram recebidos pelas crianças.

Publicidade
Publicidade

Segundo a organização do evento, as pedras foram atiradas por aproximadamente sete crianças, com idades entre 9 e 12 anos. Os pré-adolescentes resolveram atirar as pedras porque perceberam que os doces haviam acabado e eles iriam ficar sem as guloseimas.

As crianças arremessaram as pedras, sem dó nem piedade, após correrem atrás do caminhão onde a equipe estava.

Por sorte, ninguém se machucou, mas as pedras poderiam ter causado ferimentos sérios no Papai Noel, um idoso de 82 anos, como Luisão, e outros membros da equipe de voluntários.

Além de apedrejarem os voluntários, os pré-adolescentes ofenderam o Papai Noel e a equipe de voluntários com palavrões e ofensas pessoais.

Publicidade

Notícia repercute na web e gera revolta

A notícia sobre a agressão ao Papai Noel viralizou tanto na web como nos meios tradicionais de comunicação, chegando até mesmo a ser exibida no Balanço Geral, da Record TV.

Nas redes sociais, muita gente se horrorizou com a atitude dos meninos que apedrejaram a equipe que fazia trabalho voluntário no bairro.

"Pô, se desde criança já são assim, imagine quando forem adultos, vão dar é tiros pra todos os lados", comentou um internauta, no Facebook.

"Isso é que eu chamo de falta de educação recebida dos país, pois a atitude deste Sr. "Luizão" de fazer um trabalho voluntário é nobre e que Deus o abençoe. Agora quanto a atitude vinda das crianças, se é que são crianças, não passa de uma "Escola de futuros vândalos" Cadê os país para dar educação???..", questionou um outro usuário da rede social.

Mesmo com pedradas, "Bom Velhinho" diz que vai voltar ao bairro

O Papai Noel Luizão, que realiza trabalho voluntário como Papai Noel há muitos anos em Itatiba, distribuindo doces às crianças, usou as redes sociais para avisar que pretende voltar ao local e concluir a entrega das guloseimas.

"Pessoal do Porto Seguro, sem ressentimentos, até o dia 25 de Dezembro vamos tentar dar uma passada pela avenida principal, mas dependemos muito das doações de balas para conseguir e vamos com fé e continuar com esta tradição que alegra tanto a todos de Itatiba".

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo