Uma situação pra lá de constrangedora chocou os moradores da cidade de uberlândia, em Minas Gerais, nesta quarta-feira (20). Próximo ao recesso de fim de ano, a Câmara Municipal deu aumento para os políticos responsáveis por votar as leis da cidade e fiscalizar os atos do prefeito.

A reportagem foi feita pela TV Band Triângulo, afiliada da emissora em Uberlândia, Minas Gerais. As imagens foram transmitidas em uma matéria do Brasil Urgente.

Salários de vereadores aumentarão em até R$ 3 mil

Em telefone com o site UOL, o repórter Ricardo Martins disse como foi a situação que passou. Ele estava em uma coletiva de imprensa, em que os vereadores explicariam porque deram aumento a si mesmos de até R$ 3 mil reais.

Com exclusividade, Ricardo conseguiu uma entrevista com o presidente da Câmara Municipal de Uberlândia. Contudo, ao chegar ao local, quem estava para recebê-lo era a Procuradora do órgão, Alice Ribeiro.

A porta-voz da Câmara não parecia confortável e reagiu agressivamente ao longo da entrevista. Muito ríspida, Alice não gostou de ser questionada do porquê do aumento de R$ 3 mil no salário dos parlamentares municipais.

"Você é muito capcioso", disse ao repórter.

Ao falar com o UOL, o jornalista disse que ficou assustado com a reação de sua entrevistada, que arrancou o microfone de sua mão e ameaçou lhe bater.

"Foi um apuro. Confesso a você que não tive nem reação. Porque é mulher, o que eu poderia fazer?

Qualquer coisa que eu fizesse, eu estaria errado", confessou o jornalista da Band.

Apesar de ter sido surpreendido, ele continuou a reportagem e filmou a procuradora ainda nervosa e apontando o dedo para o seu rosto.

Ricardo acredita que Alice ficou nervosa por causa de uma entrevista feita por ele, anteriormente, com Hélio Ferraz, também vereador da cidade.

Ferraz é conhecido por Baiano e marido da procuradora municipal.

Vídeo de Procuradora cai na web e internautas se revoltam com falta de profissionalismo

Assista abaixo ao vídeo da Procuradora da Câmara Municipal de Uberlândia dando entrevista para a Band. As imagens já viralizaram na web.

Após a publicação pela emissora, muitas pessoas foram para a internet dizer o que pensam.

Alguns internautas afirmaram que a Procuradora perdeu a cabeça de modo sem sentido, pois representa o Poder Público e não a si mesma ou aos vereadores. Outros telespectadores disseram que estão chocados com a reação e a agressão ao repórter da emissora em seu horário e momento de trabalho.

"Quem essa mulher pensa que é para bater em repórter? O cara fez perguntas claras. Ela esperava elogios?", disse uma pessoa pelo Twitter.

Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!