Casos de abandono não são raros de acontecer no Brasil. Muitas mulheres acabam fazendo esse ato tão terrível com o próprio filho. A situação é chocante e provoca grande comoção na população. O verdadeiro problema não é que talvez a mãe não deseje cuidar daquela criança, mas sim a maneira como muitas acabam lidando com esse tipo de situação. Algumas mulheres simplesmente descartam o bebê como um objeto.

Alguns casos que ganharam repercussão na mídia, mostraram até bebês que foram encontrados dentro de lixeiras.

Esse tipo de atitude causa grande revolta na maioria da população que se mostra indignada com tanta atrocidade e até mesmo com o nível de maldade que o ser humano é capaz de fazer. Um desses casos ganhou a mídia e causou grande revolta na população há alguns anos. O caso aconteceu no estado de Minas Gerais, em Belo Horizonte.

Um bebê foi jogado dentro da Lagoa da Pampulha, região central da capital mineira. O local é um dos cartões postais de Minas e também é um lugar onde os moradores da localidade usam para fazer caminhadas. O bebê foi jogado dentro da lagoa pela própria mãe. Mas, como por um milagre, um homem conseguiu resgatar a menina e salvá-la a tempo.

Agente da CET encontra bebê

Um recém-nascido foi salvo da morte ao ser resgatado por um homem.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

O caso aconteceu no período da manhã desta segunda-feira (18), na região da Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro. O salvador da criança foi identificado como Alexandre da Silva, ele é agente da CET- Rio e contou que encontrou o bebê em um local ermo, na beira da Avenida Brasil.

O agente de trânsito que encontrou a criança no matagal, disse que a princípio acreditou que era apenas um boneco e não que se tratasse realmente de uma criança.

Segundo ele, o recém-nascido estava muito quieto e com os pés encolhidinhos. Quando a criança se mexeu, é que ele se deu conta de que realmente era um bebê. Nesse momento, o agente de trânsito disse que pegou seu jaleco para enrolar o menino até que a ajuda chegasse. A criança ainda estava com o cordão umbilical e foi resgatada por agentes da Força Nacional. Em seguida, o menino foi encaminhado para atendimento hospitalar.

A criança pesa 2.565 Kg e está hospitalizada na maternidade Alexander Fleming, em Marechal Hermes. O bebê está recebendo os cuidados médicos dentro da UTI – Unidade de Terapia Intensiva neonatal. Segundo informações dos assessores da unidade hospitalar, a criança está recebendo todos os cuidados necessários e passa bem.

O registro do crime foi realizado na 39ª DP de Pavuna e os agentes já estão investigando o caso, em busca de quem deixou a criança naquele local.

De acordo com o delegado responsável pela investigação, Henrique Damasceno, o bebê foi localizado em uma mata embaixo de uma escada.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo