O presidente Michel Temer (PMDB) assinou nesta sexta-feira, dia 29 [VIDEO], o decreto que confirma o novo valor do Salário mínimo para R$ 954 a partir do dia 1º de janeiro de 2018. O decreto já foi publicada no Diário Oficial da União e o novo valor passa a valer oficialmente após a virada do ano.

Durante o ano, o orçamento do governo para 2018 estipulou que o salário mínimo fosse elevado para R$ 965 [VIDEO], mas o governo optou por elevar o valor em R$ 11 a menos do que o aprovado em Congresso.

Em entrevistas, integrantes do governo se defendem afirmando que não era possível aumentar o valor, e que a medida deve ser vista como um indicativo de que a inflação foi controlada, considerando o fato de que o salário mínimo nacional é calculado a partir da soma da variação do PIB de dois anos anteriores com a variação do INPC do ano anterior ao do orçamento.

O ajuste sancionado por Temer representa um aumento de 1,81% em relação ao valor atual, de R$ 937. Segundo levantamento realizado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e veiculado pelo portal G1, é o menor aumento em 24 anos, desde o início do Plano Real, que entrou em vigor em 1994.

Até então, o menor aumento já aprovado para o salário mínimo havia sido assinado em 1999, quando o então presidente Fernando Henrique Cardoso aprovou aumento em 5,79%.