Diversos casos têm chamado a atenção no Brasil e no mundo acerca da violência. São pessoas que andam em um nível elevado de estresse, seja no trabalho, em casa, na rua ou em outros lugares. As causas desse estresse são diversas e podem levar a doenças cardiovasculares na maioria das vezes. O cuidado com a saúde mental também tem que ser redobrado, pois atitudes tomadas em um momento de raiva, nervosismo e o supracitado geralmente causam danos irreparáveis a si e possivelmente a outras pessoas.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Polícia

Mulher é morta por perguntar sobre o choro do bebê da vizinha

Uma mulher, identificada por Ludmilla Rivas da Silva, de 37, anos foi morta nesse feriado de Natal (25) por uma moradora do prédio onde a mesma era síndica.

O caso chocou a todos os moradores daquele condomínio. Localizado em Belo Horizonte (MG), na região oeste, alguns vizinhos contaram que ela foi atacada com vários golpes de faca [VIDEO].

A Polícia Militar, ao saber do ocorrido e chegar ao local, pôde recolher informações diversas sobre as mulheres. Algumas pessoas contaram à polícia que o bebê chorava há bastante tempo e os vizinhos que estavam um pouco incomodados conversaram entre si em uma rede social sobre o que estaria acontecendo na casa de Rayanne Maia Marques . Assim, pediram que Ludmilla fosse saber o que poderia ser. Contudo, ao abrir a porta, Rayanne automaticamente foi para cima da síndica e tirou sua vida com diversas facadas.

A síndica foi levada pela polícia com urgência ao Hospital de Pronto Socorro João 23, porém devido à gravidade de seus ferimentos, a mulher não resistiu, pois seu caso já estava difícil de reverter.

A vítima convivia com sua família no prédio: marido, dois filhos e um bebê de apenas um mês de vida.

Segundo informações colhidas pela Polícia Militar, Rayanne faz uso extremo de bebidas alcoólicas e sempre sai para um bar que fica em frente o prédio para traficar drogas, o que deixou os vizinhos mais revoltados ainda. A criança que estava chorando é filho da mesma e os vizinhos falaram que a criança é sempre deixada sozinha em casa enquanto a mesma está traficando ou vai para bares.

O crime [VIDEO] aconteceu um pouco antes das 20 horas. Os vizinhos conseguiram deter Rayanne até a chegada da polícia ao local.

Rayanne Maia, de 27 anos, foi presa em flagrante. O Conselho Tutelar foi chamado ao local para ficar com o filho de dois anos de idade da autora, uma vez que não tinha nenhum responsável pela mesma no local.