Na virada do ano, milhares de usuários do aplicativo postaram mensagens de feliz ano novo aos amigos, em meio a tanta alegria por mais um ano, um homem fez um apelo na rede social. A publicação do homem fez com mais de 7 mil pessoas visualizassem a postagem. O homem fez um pedido de socorro que chamou a atenção dos internautas.

A publicação foi de um homem desesperado, que havia acabado de perder sua esposa, a mulher morreu afogada em um rio no interior de Caxias do Sul.

O marido, Pedro Paulo Santos, de 39 anos publicou o sofrimento que estava vivendo, porque sua esposa, Ana Flávia Popsin, de 36 anos, tinha acabado de morrer afogada no Rio São Marcos.

A fisiculturista Ana Flávia estava aproveitando a tarde ensolarada próxima do rio com seu marido, quando a mesma caiu em uma das partes mais fundas do rio e acabou desaparecendo na água. O corpo da mulher foi encontrado pelos bombeiros, preso entre as pedras.

Horas depois, o marido de Ana Flávia foi encontrado morto dentro do banheiro de sua casa. O casal morava no bairro Parada Cristal, em Caxias do Sul. Um amigo do casal de fisiculturistas viu a publicação de Pedro no Facebook e correu até a casa do amigo quando chegou lá encontrou seu amigo já sem vida no local e imediatamente ligou para polícia militar.

A mensagem do fisiculturista na rede social dizia que ele tentou salvar a vida da esposa, mas não conseguiu por esse motivo tirou sua própria vida.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos

Veja a publicação completa

A polícia foi acionada às 15 horas e 30 minutos. De acordo com o delegado Ives Trindade, Pedro Santos deixou um capacete que marcava o local onde sua esposa teria se afogado. O homem voltou para sua casa, publicou a foto com a esposa e depois pegou um revólver calibre 38 e atirou duas vezes no seu próprio rosto. Segundo alguns familiares, a arma era de Pedro.

O caso vai ser investigado pela polícia da cidade, será instaurado um inquérito para ser esclarecida a morte do casal.

Não teve testemunhas, pois o casal estava sozinho, familiares do casal serão ouvidos para ser relatado como era o casamento do casal. Segundo o delegado Trindade, não há outro fator para ser investigado na história. Ana Flávia Popsin e Pedro Paulo Santos foram velados na Parada Cristal. Pelo fato de Pedro ter deixando um capacete no local onde sua esposa morreu afogada, foi fácil identificar onde estava o corpo da mesma.

Familiares, amigos e curiosos ficaram chocados com a publicação, e lamentam a perda precoce de duas pessoas tão queridas.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo