Virada do ano, bem como grandes festividades esportivas e datas comemorativas, ganham fogos de artifício. O espetáculo de cores que toma conta do céu acaba sendo um perigo para animais, além de perturbarem idosos e pessoas enfermas.

Muitos cães e gatos, no desespero de se esconderem dos fogos, acabam se ferindo, bem como alguns têm um final trágico ao serem atropelados. Embora a maior parte dos donos de animais procurem protegê-los dentro de casa durante as queimas de fogos, animais de rua não possuem a mesma sorte.

Publicidade
Publicidade

Além daqueles cães que possuem casa, mas os próprios donos soltam os fogos, os assustando.

Visando acabar com essa perturbação sonora que coloca a vida de cães e gatos em risco, além de assustar e incomodar idosos, crianças pequenas e pessoas enfermas, estejam ou não em hospitais, algumas cidades brasileiras começaram a adotar leis municipais que proíbem o uso de fogos de artifício barulhentos.

Desta forma é possível apreciar a beleza do show de cores e desenhos no céu de forma silenciosa, sem incomodar ninguém.

Assim todos saem ganhando. A medida está em vigor nas cidades paulistas de Ubatuba, Ilhabela, Matão e Campos do Jordão.

Em Campos do Jordão existe uma previsão de multa com valor bem salgado para quem descumprir a medida. Se os fogos de artificio forem utilizados por uma pessoa física, a multa será de R$ 952,66, quase um salário mínimo nacional. Já se o responsável pelos fogos barulhentos for uma empresa, seja ela de eventos ou não, o valor da multa sobe para R$ 2.256,30.

Publicidade

Na cidade de Santos, no litoral paulista, a lei também foi sancionada, mas uma liminar deferida na justiça acabou suspendendo os efeitos da normativa temporariamente. A liminar foi ajuizada pelos fabricantes de fogos de artificio da cidade, sob a alegação que não tiveram tempo de se preparar para a lei, pois a mesma foi sancionada quando os estoques já estavam cheios e deixar de vendê-los causaria significativo prejuízo. As cidades mineiras de Alfenas e Estiva também aderiram a leis que proíbem os fogos barulhentos, permitindo apenas ou silenciosos.

Dicas para proteger cães e gatos dos fogos de artifício

Procure deixar o seu cão e gato dentro de casa, preferencialmente em um cantinho só dele. Se tiver um cão de rua nas proximidades de sua casa, ainda que não tenha condições de adotá-lo, abra uma exceção nos dias de fogos e o coloque para dentro, pois o medo que esses animais sentem com o barulho aumentam os riscos de correrem pelas ruas e serem atropelados.

Deixe as janelas e portas fechadas no ambiente onde o animal estiver.

Publicidade

Procure ligar o ventilador, televisão ou rádio, pois o barulho do ventilador em junção com a TV ou o rádio, irão abafar um pouco o barulho do lado de fora da casa, permitindo maior tranquilidade para o animal. Mas atenção: não ligue o rádio muito alto, apenas o suficiente para que tenha um barulho mais tranquilo e diferente no local. Em caso de dúvida, ligue a TV e deixe em qualquer programa.

Leia tudo