Governadores de sete estados do Brasil divulgaram uma carta nesta sexta-feira, dia 5, pedindo ao governo federal [VIDEO] para que libere mais recursos públicos para a #Segurança pública. Segundo a Agência Brasil, os governadores do Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Tocantins alegam necessitar de “providências urgentes” em relação à segurança, especialmente no que se refere ao sistema penitenciário.

A manifestação dos mandatários surge no mesmo momento em que o Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, em Goiás, registrou sua terceira rebelião [VIDEO] em apenas cinco dias de 2018.

Governador do estado e um dos nomes que assinam a carta, Marconi Perillo (PMDB) já havia reclamado sobre a falta de recursos para realizar a vigilância e coibir crimes relacionados ao tráfico de armas e drogas e sobre a criação de novas unidades especiais de prisão para abrigar presidiários de alta periculosidade.

Autodenominado Consórcio Interestadual de desenvolvimento do Brasil Central (BrC), o grupo de governadores conta também com Rodrigo Rollemberg (Distrito Federal), Flávio Dino (Maranhão), Pedro Taques (Mato Grosso), Reinaldo Azambuja (Mato Grosso do Sul), Confúcio Moura (Rondônia) e Marcelo Miranda (Tocantins).

A carta foi enviada ao Ministério da Justiça, que ainda não se manifestou sobre o documento. #governo federal #Governo