Três assaltantes realizaram um sequestro e foram mortos em São Bernardo do Campo, no interior de São Paulo.

Segundo informações, os três jovens saíram de Rondonópolis com destino a Suzano (SP) para ir à casa da tia de um deles. Eles estavam sem dinheiro de passagem e resolveram pegaram uma carona com caminhoneiros que passavam no local até São Bernardo. Quando eles chegaram, decidiram comprar maconha.

“Quando a gente chegou no local, eu perguntei para um dos vendedores se eles tinham R$ 10 de maconha. Em seguida, um deles começou a perguntar onde eu descobri o local da ''boca de fumo'' deles'', disse um dos rapazes, sem mostrar o rosto.

Os traficantes perceberam que os jovens possuíam um sotaque diferente.

Um dos jovens disse que eles vieram do Mato Grosso e estavam na cidade na casa da tia de um deles. Quando o jovem terminou de falar, os bandidos começaram a fazer diversas ameaças, pois a facção do Mato Grosso era diferente de São Paulo. Em seguida, os três elementos foram colocados em uma casa, onde foram agredidos diariamente.

Um morador ouviu os gritos dos rapazes e percebeu que os garotos não eram da região. De imediato, ele ligou para a Central da Polícia Militar e relatou que haviam alguns rapazes de outro estado sendo agredidos pelos bandidos da área. Em seguida, houve um planejamento para tentar entrar na comunidade e resgatar os jovens.

Os policiais militares tiveram o apoio da Polícia Civil e conseguiram adentrar na comunidade sem nenhuma reação por parte dos traficantes. Quando os policiais se aproximaram do cativeiro, perceberam que ali estava cheio de bandidos, onde se iniciou uma intensa troca de tiros. No confronto, os policiais conseguiram matar três bandidos e o resto conseguiu fugir.

Quando os policiais estouraram o cativeiro, viram os jovens amarrados e muito machucados. Em seguida, os indivíduos foram levados para um Pronto-Socorro da região para serem atendidos. Já socorridos, os jovens disseram que não gostariam de permanecer na cidade e gostariam e voltar para Rondonópolis, no Mato Grosso.

Uma reportagem exibida no ''Jornal da Record'', mostrou os detalhes desse caso. Depois de salvos, os jovens foram diante das câmeras e relataram o momento de tensão que passaram na mão dos bandidos. ''Eu pensei que iria ser morto com os meu amigos, pois estávamos em uma cidade sem conhecer quase nada. Quando a polícia chegou, agradeci a Deus por mais uma chance'', disse um dos jovens.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!