Envolvida em uma grande polêmica desde que foi indicada e impedida de assumir o Ministério do Trabalho [VIDEO], a deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) voltou a causar frisson no meio político. Isso porque a parlamentar decidiu gravar um vídeo em um momento de lazer, acompanhada de amigos em um barco, onde se defende sobre os processos trabalhistas que responde e que a impediram de assumir o cargo ministerial.

A gravação se tornou viral, mas, mesmo com a nova polêmica, Temer segue firme na decisão de manter a filha de Roberto Jefferson [VIDEO] como próxima ministra do Trabalho. Segundo veiculado pelo blog do jornalista Valdo Cruz, do portal G1, Temer teria afirmado que a decisão de retirar a indicação de Brasil para o Ministério teria que partir do próprio PTB.

A razão seria uma estratégia de Temer para evitar se indispor com mais um partido da base. A situação é crucial para o presidente, que busca todo o apoio necessário para aprovar sua tão sonhada reforma da Previdência, que será votada na Câmara dos Deputados no dia 19 de fevereiro.

Cristiane Brasil foi impedida de assumir o cargo como ministra do Trabalho após decisão do juiz Leonardo da Costa Couceiro, da 4a Vara Federal criminal de Niterói, que suspendeu a posse da ministra um dia antes da data marcada. Brasil responde a dois processos trabalhistas de ex-motoristas, tendo sido condenada a pagar R$ 60 mil aos ex-funcionários. A decisão foi contestada com recursos pela Advocacia-Geral da União (AGU), mas a ministra e presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, voltou a barrar a nomeação de Brasil.

No vídeo, a deputada diz que “achava que não tinha nada para dever” para as pessoas que a processaram. “Eu vou provar isso em breve”, diz Brasil no vídeo, onde é defendida por quatro amigos que a acompanham.