Estupro [VIDEO] é um crime horrível em que tem nas mulheres as maiores vítimas. O Brasil é um dos países que as mulheres mais sofrem com esse tipo de crime e parece que isso não tem fim. Estupro é um tipo de agressão sexual geralmente envolvendo relação sexual ou outras formas de atos libidinosos realizados contra uma pessoa sem o seu consentimento. Os números de abuso sexual contra menores e mulheres crescem cada vez mais no Brasil e no mundo. Os estupradores também sofrem com essa mesma violência que causaram as vítimas, principalmente quando vão para a cadeia, pois os presos querem fazer justiça com as próprias mãos.

O site 'Correio da Manhã' publicou uma notícia que se tornou viral nos últimos dias.

A matéria fala de um vídeo em que estupradores são abusados na cadeia. Um dos homens chega a pedir para parar. "Para, está doendo, não quero", diz ele, enquanto os outros lembram o motivo do crime.

Além de estupradores, homens também são assassinos

Os homens são acusados de estuprar e logo em seguida matar uma mulher. O companheiro dela também foi morto pelos bandidos. O crime aconteceu na capital baiana, mas os rapazes ficaram presos em Camaçari. Os presidiários estavam com um aparelho de celular e gravaram toda a cena do abuso contra os criminosos. Os outros presidiários ordenaram que os estupradores fizessem sexo entre si. As autoridades do local estão tentando descobrir quem são as pessoas envolvidas na gravação do vídeo para poder puni-las.

Identidade dos estupradores é revelada

Um é Daniel Neves [VIDEO] e o outro Carlos Alberto, ambos tem 29 anos de idade e possuem um grande histórico de crimes.

Eles não estavam sozinhos no dia do crime. Três adolescentes estavam com eles durante a ação. Os acusados tiverem que fazer sexo oral e ainda apanharam bastante durante a pratica sexual na cadeira. O vídeo foi bastante curto, cerca de 2 minutos. Muitas pessoas baixaram e publicaram nas redes sociais. Um dos homens é obrigado a deixar que o outro enfie a língua na parte de trás do seu corpo. Em seguida, a penetração é consumada. O irmão de um dos acusados disse que recebeu os vídeos divulgados na web, mas que não visualizou porque não teria coragem de ver o irmão naquela situação. Não é de hoje que estupradores pagam muito caro pelo seus crimes quando vão para a cadeia. Existem muitos casos semelhantes a este no Brasil inteiro.

Deixe seu comentário. Ele é muito importante e ajuda no diálogo de temas relevantes. #Assassinos #Estuprador