Um acontecimento bastante incomum chamou a atenção dos moradores da cidade de Santos, no litoral do estado de São Paulo. Na tarde de ontem (15), quarta-feira, um homem se viu obrigado a parar seu carro quando passava pela rua Carvalho de Mendonça, próximo a um ponto de ônibus. O motivo foi que ele precisou parar para fazer o parto da sua própria Filha, e ainda contou com a ajuda de moradores do local.

O homem de 32 anos de idade, identificado como Xalaco França, estava dirigindo com sua esposa do lado, identificada com Letícia Costa, e tinham como destino a maternidade mais próxima, onde ocorreria o parto de Mellany, que já tem outras duas filhas.

O que eles não imaginavam é que não daria tempo deles chegarem ao seu destino até que Mellany quisesse ver o mundo pela primeira vez.

França, que é residente do Morro do Cruzeiro, que também fica em Santos, relembrou que a esposa começou a sentir fortes dores e contrações ainda durante a madrugada, e quando ainda estavam saindo de casa para ir até a maternidade, a bolsa estourou. Ele relata que ao descer o morro, sua esposa entrou em trabalho de parto, e não havia outra opção a não ser parar o carro e fazer o parto ali mesmo.

Já quase terminando de descer do morro, Letícia Costa gritava de dores e anunciou que a filha estava nascendo, então Xalaco parou o carro rapidamente, e se deu conta de que a cabeça da bebê já estava começando a sair. Esperto, Xalaco tratou de se certificar de que não havia nenhum problema com o cordão umbilical, que poderia impedir que o parto ocorresse no local em que se encontravam.

SAMU foi acionado

O pai conta que ao conseguir êxito em afastar o cordão umbilical do pescoço da bebê, ele tratou de realizar o parto, então moradores e pedestres que passavam pelo local trataram de chamar uma ambulância para socorrer a mulher.

A equipe do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou rapidamente e prestou atendimento a Letícia e pequena Mellany, que nasceu com cerca de 3 quilos e 48 centímetros. Os enfermeiros e médicos da equipe prestaram atendimento e em sequência levou mãe e filha para o hospital mais próximo.

Depois que tudo se acalmou, a mamãe Letícia contou que levou um grande susto, mas já esta mais tranquila, e que seu maior medo era por conta das contrações, que eram muito fortes e constantes. Letícia e a recém-nascida ainda se encontram em observação, e não receberam alta, mas ao que tudo indica as duas já poderão ir para casa neste sábado, 17.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo