Um homem tentou realizar um assalto e acabou levando a pior. O fato ocorreu na tarde da última sexta-feira (9), no bairro Bigorrilho, em Curitiba, capital do Paraná.

Segundo algumas informações repassadas pela Polícia Militar, um homem estava na Rua Padre Anchieta esquina com Rua Francisco Rocha, quando percebeu uma mulher entrando em um carro. Diante disso, o acusado percebeu que poderia realizar um assalto.

Com a arma em punho, o assaltante se aproximou da mulher e pediu para ela não realizar nenhum movimento brusco, entregando tudo de valor que possuía e o carro.

Publicidade
Publicidade

A vítima, bastante assustada com o que estava acontecendo, começou a entregar todo dinheiro que possuía para o ladrão. Um homem que estava passando no local percebeu o que estava acontecendo e resolveu reagir.

Calmamente, o homem se aproximou pelas costas do assaltante e deu um ''mata-leão'', que é um nome dado ao golpe quando a pessoa é enforcada por trás por outra. O assaltante ainda tentou reagir, mas a arma que ele usava era um simulacro de pistola.

Já no chão, alguns populares que passavam no local acionaram a Polícia Militar.

Depois de alguns minutos, uma viatura comparece ao local e a equipe efetuou a prisão do assaltante. A vítima, o assaltante e algumas testemunhas foram encaminhadas para a Central de Flagrantes.

Violência

Diariamente, o estado do Paraná tem registrado crimes. Isso pode ser reflexo do aumento da violência. Existe um grande número de policiais militares para fazer as rondas nas ruas, mas a quantidade não é compatível para atender toda a população.

Publicidade

Diante disso, o estado irá realizar um novo concurso público em 2018 para a Polícia Militar na tentativa de combater o crime, que está crescendo de uma forma assustadora.

Como diminuir a violência nas grandes cidades? Por que o crime acontece?

Alguns especialistas dizem que a criminalidade não pode ser combatida do dia para noite. Isso pode levar alguns meses ou até anos. Muitos acreditam que, se houvesse um bom investimento na área da educação, a criminalidade irá diminuindo gradativamente.

Na maioria das vezes, as pessoas cometem assaltos para comprar algum produto que deseja ou até mesmo alimentar a família. Atualmente, o país está passando por uma série crise financeira e política.

Diante desse cenário, muitas pessoas acabam sendo demitida de seus empregos. Muitos trabalhadores percebem que o mercado de trabalho não está favorável e começam a roubar para tentar dar o mínimo de sustento a família.

Leia tudo