A convivência familiar sem a presença da mãe não é uma tarefa fácil para uma madrasta, muito menos para os demais familiares, no que se refere à aceitação e disciplina. São inúmeros os casos de adolescente que preferem morar com os avós por não ter um bom relacionamento com a madrasta ou padrasto.

Diante disso, vários casos de brigas são registrados em todo o mundo em decorrência da não aceitação familiar. Um caso específico ganhou a atenção da mídia nesses últimos dias também por registrar uma situação terrível, que chocou internautas por todo o mundo.

Adolescente de 15 anos mata madrasta a marteladas após ficam sem o celular como castigo

No último dia 6, A.L., uma adolescente de apenas 15 anos, cometeu um crime bárbaro contra a madrasta.

A acusada utilizou um martelo para desferir golpes contra a vítima, identificada por Ivone Sonara Pereira Nunes, de 28 anos.

De acordo com a polícia, a mulher dormia no momento em que foi agredida. Ela ainda chegou a ser encaminhada para uma unidade hospitalar, mas, nesta segunda-feira (12), teve a morte cerebral confirmada pela equipe do hospital.

Tudo ocorreu no município de Anápolis, no estado de #Goiás. O fato tem chocado todo o Brasil e também outros países, pois a notícia acabou sendo divulgada em diversos sites. Nas mídias sociais, pessoas próximas da vítima comentaram que a jovem acusada era considerada um verdadeiro problema na vida da madrasta, isso em decorrência do seu mau comportamento [VIDEO].

Após investigações, a polícia finalmente conseguiu descobrir o verdadeiro motivo pelo qual a jovem teria agredido a madrasta.

Segundo os policiais, no dia do ataque, a madrasta teria dito para a jovem que ela ficaria proibida de usar o telefone celular, pois, diante do mau comportamento, esse seria seu castigo. Inconformada com a repreensão e tomada pelo sentimento de ódio, a adolescente decidiu se vingar da madrasta da pior forma.

A.L. entrou em seu quarto e esperou Ivone ir dormir. Neste momento, a jovem se apossou de um martelo, foi em direção a madrasta e desferiu os golpes em sua cabeça. Os golpes causaram um traumatismo craniano, deixando a vítima estado grave.

Ainda segundo a polícia, a adolescente ainda tinha a pretensão de assassinar o pai, mas o ato só não chegou a ser praticado porque o homem não estava em casa no momento em que a madrasta foi agredida. A polícia ainda ficou surpresa com a atitude da jovem em querer esconder a culpa do ato.

Ela teria tentado enganar a família, dizendo que, ao chegar em casa, já havia encontrado a madrasta golpeada. Porém, a história não foi aceita pela polícia, nem mesmo pelos familiares, que acabaram descobrindo toda a jogada da jovem.

Segundo os familiares, a jovem já apresentava um mau comportamento desde que morava com a mãe biológica, mas ela teria a entregue ao pai devido ao comportamento problemático. #mortes