Alguns crimes que acontecem no Brasil chamam a atenção pela forma como se desenvolvem. [VIDEO]Nesse final de semana, por exemplo, um estupro de uma menina de apenas nove anos, que ocorreu na região de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, teve repercussão em todo o país. Um homem, que seria tio da criança, e teria apenas 18 anos de idade, teria abusado sexualmente da garota. [VIDEO]O mais curioso no caso, no entanto, é que o irmão do suspeito, que é pai da vítima, teria ajudado o criminoso a fugir. Segundo o G1, que noticiou o caso, ambos foram presos, após uma investigação da polícia encontrar o paradeiro deles.

Menina de 9 anos é estuprada pelo tio e pai protege irmão no Rio Grande do Sul

Segundo o delegado que cuida do caso, Fábio Peres, a criança brincava com sua tia, de 8 anos, em um dos cômodos da casa.

O tio teria trancado as duas e estuprado a menina de 9 anos, na presença da mais nova. O abusador teria tratado a menina como 'se fosse uma mulher'. Mais tarde, médicos legistas constataram o estupro. No hospital, um profissional legista confirmou que o fato, de fato, foi consumado contra a criança.

Público se revolta com atitude pai ao defender abusador irmão em crime contra filha

Nas redes sociais, muita gente falou sobre o tema. "É Muito engraçado ler os comentários desta reportagem. Pois da para perceber que, tem muito mais doido e malucos, do que o próprio estuprador. Ainda bem que a justiça não colhe informações aqui para julgar o caso!", disse um internauta ao falar sobre o ódio que é conquistado nas redes sociais. Alguns ficaram preocupados com o destino da criança.

"Sinto muito pela criança.

Ela tem que passar por tratamento assim como o tio. Com 18 anos sua chance de reabilitação é grande. Depois poderia prestar serviço como parte da pena, quando recuperado, alertando crianças sobre estupro", disse mais ao comentar sobre o caso que tornou-se conhecido ao ser noticiado por vários portais em todo o país, como o G1.

Alguns acham que a pena do pai da criança, que foi conivente ao irmão, também deve ser grande. "Que nojo desses dois imundos. Tanto o pai, quanto ao tio merecem aquele tratamento "especial " para nunca mais esquecerem a crueldade que cometeram, o tio pelo abuso e o dito pai por proteger o abusador. Enfim, esse verme jamais poderia ser chamado de pai", disse uma pessoa que ficou sabendo do caso angustiante.

Contra abusos infantis, no Brasil, existe um telefone muito importante. Basta ligar para o número 100. O serviço, que é gratuito, também ficou conhecido como 'Disque 100'