Um homem foi preso acusado de ter matado um ex-detento. O fato foi registrado no dia 22 de janeiro, em Teresina, capital do Piauí.

Segundo informações, o homem identificado como Wedsin Izau Magalhães, de 24 anos, foi acusado de ter matado um homem no dia 20 de janeiro. Há alguns meses, o ex-detento Rodivaldo Pereira de Sousa havia arrumado uma briga com o Wedsin, desferindo vários golpes de faca. Já recuperado, o elemento resolveu se vingar das agressões.

Wedsin chamou um amigo, identificado apenas como Wellington, para ir na casa do ex-detento que lhe esfaqueou. Os dois homens chegaram na casa por volta das 21h, pois sabiam que a vítima dormia cedo. Em seguida, um do homens entrou na residência com um revólver em punho.

Logo após, Wedsin fez alguns disparos contra Rodivaldo, que tentou correr pelos fundos da casa, mas acabou sendo perseguido pelos acusados.

Já no chão, um dos suspeitos foi até uma casa de construção próxima ao local e pegou alguns tijolos e telhas para jogar na cabeça de Rodivaldo.

A vítima não resistindo aos ferimentos causados pelos tiros e pelas agressões. Após o homicídio, os dois acusados fugiram. Alguns moradores que viram o caso acionaram a Polícia Militar.

Quando chegaram à residência, localizada no Parque Jurema, na Zona Oeste de Teresina, os policiais perceberam que a vítima estava morta e acionaram o Instituto Médico Legal (IML).

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

O laudo da morte apontou que a vítima havia levado dois tiros, um deles pegou no tórax e o outro no ombro.

A Delegacia de Homicídios de Teresina investigou o caso e recebeu informações do paradeiro de um dos assassinos. Wedsin estava em casa quando foi preso. O delegado que estava de frente no caso informou que o elemento possuía uma passagem pelo Polícia pelo crime de roubo.

Até o momento, o outro acusado de participar do assassinato ainda não foi localizado.

O delegado também informou que o crime pode ter ocorrido por outros fatores. Segundo informações, Rodivaldo tinha relações com a mãe de Wedsin e quando usava drogas, agredia a mulher. O acusado preso foi encaminhado para uma penitenciária da região.

Moradores reclamam da violência

Alguns moradores do bairro aonde aconteceu o homicídio informaram, por meio das redes sociais, que diuturnamente acontecem crimes na região.

Muitos pedem mais policiamento na região, pois os crimes acontecem por falta de segurança na localidade. Nenhum porta-voz da Polícia Militar se posicionou sobre a reclamação.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo