Um homem acabou morrendo após trocar tiros com a Polícia. O fato aconteceu na noite desta terça-feria (6), no interior de Salvador.

Segundo algumas informações, alguns moradores acionaram a Central da Polícia Militar de Salvador, relatando que havia diversos traficantes andando armados no bairro de Itapuã. Diante essas informações, a Central passou as informações para todas as guarnições policiais que estavam próximas ao local.

Uma viatura policial foi até o endereço informado e encontraram diversos homens armados, e iniciaram uma breve troca de tiros.

Publicidade

Durante o confronto, um elemento acabou sendo atingido pelos policiais. Em seguida, o restante dos criminosos empreenderam fuga a pé, deixando o comparsa ferido para trás. Quando os policiais se aproximaram do indivíduo armado, visualizaram que ele tinha sido alvejado. Logo em seguida, os policiais acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Nenhum policial ficou ferido.

Quando os paramédicos chegaram no local, encontraram o bandido identificado como Cássio de Oliveira Macedo, vulgo de "Capa", gravemente ferido.

Diante dessa situação, os socorristas levaram o elemento para o Hospital Geral do Estado (HGE), na avenida Vasco da Gama. Quando o elemento deu entrada, chegou a ser socorrido pelos médicos que estavam de plantão. Durante a tentativa de reanimação, o elemento acabou não resistindo aos ferimentos e morreu no local.

No local da troca de tiros, os policiais encontraram quase mil pedras de crack, 237 trouxas de maconha, um revólver calibre 38 e algumas munições. A Delegacia de Homicídios está acompanhando o caso.

Publicidade

O delegado encarregado disse que ainda não conseguiu localizar os demais envolvidos na troca de tiros com os policiais militares.

O delegado pede novamente, a colaboração de todos os moradores da região, para denunciar os possíveis envolvidos no crime. Ele também afirmou que vai até o local para tentar pegar algumas filmagens de câmeras de monitoramento na região.

Moradores reclamam da violência

Alguns moradores reclamam da falta de policiamento na área. Isso pode ser o reflexo da falta de investimento na área da segurança.

Atualmente, o estado está passando por uma crise financeira e política muito forte. Isso acaba afetando algumas áreas importantes, como a Educação, Saúde e Segurança Pública.

Até o fechamento do caso, nenhum porta-voz da Polícia Militar se posicionou sobre o fato.