Já mostramos aqui neste portal de notícias diversos casos bárbaros, onde homens cometem crimes sexuais contra mulheres em todo o país. Em todos os casos, a frieza do criminoso parece ser algo de outro mundo.

Cometem o crime, sem ao menos se importar com a vida da vítima, que acaba levando consigo uma lembrança terrível, que jamais conseguirá esquecer, podendo causar grandes danos em sua vida pessoal e conjugal no futuro.

Nos últimos dias, mais um ato criminoso chocou o estado de São Paulo.

Uma técnica de nutrição acabou sendo vítima de um crime sexual. Ela foi estuprada, no final de janeiro, quando andava em uma avenida no bairro do Aricanduva, em São Paulo. Aos 18 anos, a jovem, não teve o nome revelado, disse que estava seguindo para a igreja, onde se encontraria com outros membros para realizar algumas tarefas religiosas.

As imagens registradas pela uma câmera de segurança de um prédio de frente ao local onde tudo ocorreu mostram o exato momento em que o desconhecido aborda a vítima e a obriga entrar em seu veículo, que estava estacionado bem ao lado de onde a abordagem aconteceu. O homem praticou o crime ainda dentro do veículo e só liberou a jovem após se satisfazer de seus desejos macabros.

Ainda nas imagens, que o leitor poderá assistir logo abaixo, o homem se esconde na esquina da rua e aguarda o momento exato para abordar a jovem.

Ela a segura pelos braços e começa a arrastar até o veículo. É possível ver a vítima tentando se soltar a todo o momento, mas o homem é muito mais forte e consegue a conduzir para o carro, onde, após colocá-la, fecha as portas e inicia a prática do crime.

Homem coloca jovem dentro de carro e comete estupro em São Paulo; vídeo é registrado

Após a divulgação do crime, um policial militar chegou a se apresentado na delegacia de polícia.

O PM, identificado pelo prenome Paulo, teria sido conduzido à delegacia por ser um suspeito, uma vez que foi acusado de assediar uma outra jovem há pouco mais de um mês.

Por coincidência, o PM reside na mesma rua que a vítima do estupro. Além disso, possui um automóvel do mesmo modelo que aparece no vídeo sendo usado pelo Estuprador. Um detalhe que inocenta o PM é que a placa do veículo é diferente.

A jovem também não reconheceu o policial, que acabou sendo inocentado das acusações.

De acordo com o advogado do PM, o cliente estava na cidade de Ubatuba, no litoral do estado de São Paulo, no dia do crime contra a jovem e também não apresenta as mesmas características físicas do homem que aparece nas imagens de segurança. A polícia colocou a jovem de frente ao PM para que fosse feito o reconhecimento, mas a jovem negou ser ele o estuprador.

Diversos meios de comunicações divulgaram as imagens para que fosse identificado o criminoso. Porém, até o fechamento deste artigo, ninguém havia sido preso. Tanto a jovem quanto a família se encontram em estado de choque.

Assista ao vídeo:

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo