Se você acha que a ficção das novelas e a realidade da vida real são mundos distintos e díspares, mudará de ideia após ouvir a história deste homem que usava as redes sociais, em especial o Facebook, para aliciar menores. Se você acompanha ‘’O Outro Lado do Paraíso’’, da Rede Globo pode ver que o autor montou uma história de um delegado pedófilo que usava também de redes sociais para abusar sexualmente de crianças.

No caso de Vinícius, havia algo mais comum também na vida real. Ele abusava da enteada e chegou a dizer que se casou com a mãe por causa da filha.

A situação na vida real é bem parecida com a ficção. Um homem foi preso acusado de usar as redes sociais para aliciar crianças e menores de idade.

A estratégia era a mesma do delegado Vinícius. Ele se passava por criança, adicionava outras meninas e ao longo da conversa ia ditando os passos que a menina deveria dar para atender seus anseios sórdidos e seu desejo sexual.

O homem foi levado ao Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no estado do Pernambuco e se chama Danilo Farias da Silva. Ele tem 22 anos e foi preso nessa segunda-feira, 26.

O caso foi apresentado na delegacia que reprime Crimes contra crianças e adolescentes (DPCA) nesta quarta-feira (26). O inquérito foi instaurado para descobrir o quanto o homem causou de prejuízo e quantas vítimas fez.

A princípio, os indícios apontam que o homem fez no mínimo nove crianças como vítimas e todas elas meninas entre 9 e 12 anos. A estratégia do homem costumava funcionar. Ele se passava por criança da mesma idade da vítima até ganhar sua confiança. Depois partia para os abusos.

Homem se passava por menino na internet para aliciar meninas de 9 a 12

Segundo a Polícia Civil de Pernambuco, o homem usava-se de uma estratégia conhecida.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Polícia

Ele dizia ser criança, como as vítimas, e pedia fotos nuas das meninas. Depois fazia montagens e ameaçava as vítimas para que elas mandassem mais e mais fotos. Além disto, ele também usava a coação para marcar encontros com as meninas.

Ele já havia sido preso no ano passado, mas liberado na audiência de custódia. Na época, se tratava de uma criança de nove anos que a mãe identificou a conversa, denunciou, mas a Justiça o liberou.

A polícia divulgou a foto do suspeito para que outras vítimas possam aparecer e ajudar a montar um caso mais robusto contra o pedófilo.

Mais notícias no Brasil bizarro

Mãe enforca duas filhas menores, se mata e deixa bilhete explicando mortes; veja

Tio ataca menina e ela liga para o pai aflita e em prantos: 'Ele vai me abusar'

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo