Um homem de 29 anos morreu após trocar tiros com policiais militares do estado do Espirito Santo. O caso foi registrado na noite de quinta-feira passada (22) no município de Cachoeiro de Itapemirim.

Segundo informações repassadas pelos policiais, a Central da Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima de que um grupo que estaria envolvidos com a guerra de tráfico de drogas estaria escondido em uma casa na Rua Gotardo Carlos de Sousa, no bairro Alto Independência. Diante disso, uma guarnição da PM foi até o local informado.

Quando os militares chegaram à residência denunciada, encontraram dois homens que estavam tentando se esconder na casa. Um dos suspeitos percebeu que iria ser preso e tentou empreender fuga pela janela, portando uma arma de fogo carregada em uma das mãos.

Na fuga, ele entrou em um terreno baldio. Alguns policiais que estavam próximo ao local perceberam a atitude do suspeito e pediram para o mesmo se entregar, mas o indivíduo não atendeu ao pedido e teria realizado alguns disparos de tiros na direção dos policiais, que revidaram e acertaram o acusado.

Mesmo baleado, ele continuou fugindo. Após alguns minutos, os miliares encontraram o homem em um matagal. Os policiais envolvidos ainda chegaram a pedir uma ambulância médica para socorrer o homem, mas não havia viaturas disponíveis, ele foi levado na viatura da PM para a Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro, onde morreu. O acusado foi identificado como Wallace Pereira da Silva, de 29 anos, que era conhecido como “China”.

A Polícia encontrou um revólver com ele. O corpo foi retirado do local por uma equipe do Instituo Médico Legal (IML). A polícia não divulgou se Wallace tinha alguma passagem criminal.

A arma que o indivíduo estava portando acabou sendo apreendida, além de 30 trouxas de maconha. O material foi levado para uma delegacia de Cachoeiro, para que o delegado responsável registrasse o caso.

Na casa de onde o suspeito que acabou morto fugiu a polícia ainda conseguiu prender dois homens.

Um deles é Jean Cláudio Dias, de 21 anos. O outro é um adolescente que foi apresentado ao Ministério Público. Jean foi conduzido para o Centro de Detenção Provisória de Cachoeiro de Itapemirim. Nenhum dos policiais ficou feridos durante o confronto.

Até o fechamento deste artigo, nenhuma informação nova foi apresentada sobre esse caso. A polícia realiza patrulhamento na região para tentar combater a venda de drogas.

Não perca a nossa página no Facebook!