O detento do semiaberto, identificado como João Martins de Oliveira, de 33 anos, acabou sendo morto com quatro disparos de arma de fogo. O caso foi registrado na noite desta última quinta-feira (15), na zona leste do estado do Amazonas.

Segundo informações, João estava na varanda de uma residência conversando com o seu irmão. Durante a conversa, um homem acabou se aproximando e apontou a arma para João, realizando diversos disparos, que acabaram acertando a cabeça e as costas.

Ao perceber que a vítima não estava respirando, o assassino acabou empreendendo fuga.

Em seguida, o irmão de João acionou os seu familiares, relatando o que havia acabado de acontecer. Ele chegou a ser encaminhado para o Hospital e Pronto-Socorro da região, mas já chegou no local sem vida. Esse caso acabou sendo registrado na delegacia e o irmão da vítima relatou para o delegado de plantão que eles estavam conversando em uma varanda próxima à sua residência, quando um homem desconhecido chegou e realizou diversos disparos.

Ele também contou que o irmão tinha saído para jogar futebol horas antes do crime, mas relatou que nenhuma briga foi registrada. A polícia civil que está investigando o caso, não descarta a possibilidade da vítima ter sido executada. Até o fechamento dessa matéria, a Polícia não conseguiu localizar o homem que executou João.

Manaus

Pelas mídias sociais, muitos locais reclamam da onda de violência que vem acontecendo no estado.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Muitos relatam que isso pode ser o reflexo da falta de policiamento em algumas áreas criticas. Na mesma noite de quinta-feira (15), alguns moradores do bairro da Glória e Presidentes Vagas, ficaram aterrorizados com uma troca de tiros que estava acontecendo.

Segundo mais informações, certa de quatro pessoas acabaram ficando feridas com os disparos, por homens armados que ainda não foram identificados.

As vítimas acabaram sendo socorridas no local por uma equipe médica, e depois foram conduzidas para o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, que fica localizado no bairro de Adrianópolis. Até o momento, não tiveram informações sobre o estado de saúde das vítimas baleadas.

A polícia civil já tomou ciência desse caso e começará a investigar o crime, na tentativa de localizar os possíveis atiradores que deixaram quatro vítimas feridas.

Nenhum represente da Polícia Militar se posicionou sobre os crimes que estão acontecendo na cidade.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo