O vídeo foi realizado durante uma abordagem policial, no dia 17 de agosto de 2012, no Estado do Espirito Santo. A estudante de direito Luiza Gomes saía de uma festa com destino a Vitória.

Fora de si, a estudante estava com uma nota de 50 reais em sua boca, simulando um cigarro, os policiais tiveram bastante trabalho para contê-la. No episódio foram encontrados garrafas de cerveja espalhadas no interior do veículo da estudante.

O carro encontrava-se bastante danificado, as rodas estavam destruídas. Por pouco uma tragédia não aconteceu, pois alguns populares acionaram a Polícia, que rapidamente chegou e a conduziu até sua residência. Luiza estava sem nenhuma condição de dirigir. Os policiais ainda constataram que ela não possuía a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Durante ação realizada pelos policias, Luiza afirmou ter conhecimento de lei por se estudante de direito e que não teria grandes problemas para se livrar das acusações de dirigir alcoolizada.

"Essa questão de beber e dirigir, qual a eficácia da lei? Não existe eficácia. A partir do momento que a gente vê que tem alguma brecha, a gente se aproveita daquilo. Nós, estudantes de direito, tentamos nos aproveitar disso", disse, à época.

A cena bastante inusitada chamou atenção não apenas pela situação da jovem, mas por se tratar de uma estudante de direito, de quem se espera uma conduta diferente.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Porém, infelizmente, não era este o caso, suas palavram foram infelizes para ocasião.

A estudante recebeu multa e teve que prestar serviços ao hospital militar da região como forma de punição pelo período de quatro meses. A mãe da estudante, proprietária do veículo na época, teve que pagar cerca de R$ 400,00 em cestas básicas a Associação Feminina de Combate ao Câncer.

Mudança na vida

Em 2015, num evento de MMA, onde atuou como cage girl, Luiza comentou sobre o caso.

Ela reafirmou que seu desejo era de aprender com os erros do passado, seguir em frente e tentar esquecer esse episódio triste de sua vida. Na época, a estudante fazia fisiculturismo.

Depois de toda a polêmica em que se envolveu, tornou-se advogada. Luiza, de 24 anos, foi aprovada no concurso para delegada de Polícia civil do estado do Pará, uma mudança bastante significativa na vida da jovem que passou por momentos bem conturbados.

O resultado foi divulgado nessa terça-feira, dia 27 de fevereiro.

Após ter sido aprovada, Luiza Gomes foi procurada pelos portais de notícias G1 e Gazeta Online por meio de ligação telefônica, mas ela não quis gravar entrevista falando sobre o assunto.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo