Uma tentativa de assalto não terminou bem em Taubaté, município do Estado de São Paulo. O caso foi registrado na noite da última quinta-feira (22), por volta das 20h.

De acordo com informações pela polícia, um assaltante tentou realizar um roubo sozinho. Com a arma em punho, ele se aproximou de um grupo de pessoas que estava em uma lanchonete da cidade e anunciou o assalto, pedindo para todos os clientes e funcionários entregarem os objetos de valor.

Segundo a Polícia Militar, o suspeito armado levou o carro de um homem que chegava a uma lanchonete para assistir um jogo de futebol, no Jardim Russi.

Na abordagem, o suspeito atirou na perna da vítima e fugiu com o veículo.

Após pegar todos os pertences das outras vítimas, o criminoso no automóvel. Durante a fuga, o acusado perdeu o controle do carro e colidiu próximo ao Posto Petroval, localizado na entrada de Taubaté. Ele tentou roubar um novo veículo para empreender fuga. O assaltante percebeu que um motoqueiro estava parado no semáforo e resolveu realizar um novo roubo, mas, dessa vez, ele acabou levando a pior.

Quando o motoqueiro percebeu que iria ser roubado, começou a discutir e entrou em luta corporal com o bandido no meio da rua.

Durante a briga, a vítima, que não teve o nome divulgado, conseguiu desarmar o bandido.

Com a arma na mão, ele efetuou um disparo contra o assaltante, que foi atingido na região do abdômen. O ladrão ainda tentou fugir atravessando a Via Dutra, mas caiu no acostamento no sentido Rio de Janeiro.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi solicitada por algumas pessoas que passavam no local.

Quando os paramédicos chegaram, começaram uma corrida contra o tempo, porque o assaltante estava perdendo muito sangue.

Mesmo com a competência dos socorristas, o homem não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Enquanto o criminoso era socorrido, algumas viaturas da Polícia Militar compareceram ao local e isolaram a área para que os curiosos não pudessem interromper o socorro.

O motoqueiro que reagiu e matou o bandido contou para os policiais que estava parado no semáforo e percebeu que iria ser roubado.

Como forma de legítima defesa, a vítima disse que realizou o disparo com medo de ser morta. Sobre esse crime, ainda não há informações se o motoqueiro irá responder algum processo por homicídio.

Esse caso ainda está sendo investigado pela polícia de Taubaté. Provavelmente, as vítimas feitas pelo assaltante irão prestar depoimento na Delegacia de Homicídios da cidade.

Não perca a nossa página no Facebook!