Se você já enfrentava um verdadeiro calvário para renovar sua CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e já gastava um bom dinheiro nesta situação, saiba que ainda vai ficar pior. De acordo com o portal de notícias G1, uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), redefiniu as regras para a renovação da CNH.

A mudança foi publicada no Diário Oficial da União no último dia 8. A resolução 726/2018 do Contran substitui a resolução 168/04. Quem precisar renovar a Carteira Nacional de Habilitação das categorias A e B até o dia 5 de junho terá que fazer apenas o exame médico como é de praxe.

Depois desta data, todas as renovações serão feitas sob as novas regras.

Curso e prova

A partir de junho, os motoristas terão que fazer um curso teórico de 10 horas e uma prova, além do exame médico. Saiba como será o curso e a prova:

  • Duração de 10 horas/aula (máximo de 5 horas/aula por dia).
  • Será feito a cada 5 anos no momento da renovação da CNH.
  • O motorista tem a possibilidade de optar por aulas presenciais ou a distância.
  • A prova terá 30 questões de múltipla escolha.
  • O candidato deverá ter 100% de frequência no curso e no mínimo de 70% de acerto na prova.
  • Ainda não foi definida a mudança no valor da renovação.
  • O curso a distância poderá ser realizado em no máximo 5 dias. Contudo, a prova só poderá ser aplicada apenas presencialmente.

Aprovação

Caso o motorista não seja aprovado, poderá repetir a prova cinco dias depois da divulgação do resultado.

Se for reprovado novamente, terá que refazer o curso teórico.

Os motoristas que realizam atividades remuneradas como transporte de cargas ou de passageiros estão dispensados deste curso e do exame. Contudo, vale ressaltar que a cada 5 anos passaram por um curso mais longo e terão que realizar um prova especifica.

Porque o Contran optou por fazer tal mudança?

Segundo o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), tal medida visa manter os condutores bem informados em relação as legislações de trânsito que estão em constante e contínuas alterações.

Esta mudança foi definida depois de várias reuniões com representantes dos mais diversos setores ligados a formação de condutores, com a intenção de padronizar a formação deles em todo o Brasil.

CNH vai virar cartão com chip até 2019

Outra novidade está prestes a se tornar realidade. A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vai mudar novamente e abandonar o formato em papel para virar um cartão de plástico com microchip, que reunirá várias informações do motorista.

O formato de cartão inteligente se assemelhará a um cartão de débito/crédito convencional, com chip e gravação a laser dos dados do motorista, o que vai dificultar muito as falsificações.

Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!