Alguns manifestantes que são contra a candidatura do ex-presidente Lula bloquearam a passagem que a caravana do PT fazia na na região sul de São Francisco Beltrão. Os seguranças da caravana do ex-presidente agrediram um repórter do Jornal O Globo, nessa tarde de segunda-feira (26), em São Francisco Beltrão, onde o pré-candidato a Presidência da República esteve para a caravana. O repórter afirma que estava filmando a abordagem de dois homens da movimentação petista a um carro, quando, de repente, foi surpreendido por um segurança de Lula que acabou agredindo com um soco muito forte no rosto.

Publicidade
Publicidade

Dois homens do exército que faziam a escolta do ex-presidente interviram e afastaram o agressor que conseguiu fugir sem ser identificado. O ataque ao repórter aconteceu bem próximo ao aeroporto de Francisco Beltrão, onde Lula tinha acabado de embarcar em um voo, com destino a Foz do Iguaçu (PR). Desde que chegou a cidade, a caravana de Lula é alvo de manifestações rivais. O grupo de anti-Petistas bloqueou as ruas para impedir que a caravana prosseguisse, mas Lula conseguiu driblar os manifestantes e fugiu em um carro particular sem que ninguém percebesse.

Segurança do Lula Agride repórter da Globo.
Segurança do Lula Agride repórter da Globo.

Um pouco antes da agressão ao repórter, o mesmo segurança estava atacando um homem que se encontrava dentro de um carro, e o retirou com tapas e socos. Dentro do carro foram encontrados pneus para bloquear as ruas, além de uma garrafa de querosene. A passagem do ex-presidente Lula pelo Sul tem sido marcada por manifestações violentas, e inúmeras tentativas de bloqueio às comitivas petistas. Na sexta-feira passada em Passo Fundos (RS) manifestantes conseguiram impedir a entrada de Lula na cidade.

Publicidade

No caso de Francisco Beltrão, os manifestantes queriam impedir que ele cumprisse sua agenda política bloqueando as estradas e vias do aeroporto com caminhões, pneus, e carros. Apesar da violência no local, e a agressão ao repórter por parte da comitiva do Lula, o Exército conseguiu controlar bem a situação, escoltando os ônibus dos militantes petistas, que estavam em grande quantidade.

O trânsito da cidade só voltou ao normal, e teve suas ruas limpas e liberadas, após o Juiz Márcio de Lima, que foi junto com a Polícia Militar negociar um acordo com manifestantes de ambas as partes.

Sobre a agressão ao repórter do O Globo, a assessoria do ex-presidente afirma que Lula repudia toda, e qualquer ato de violência, e o ocorrido dessa tarde, será investigado.

Leia também

BBB18: Mãe de Paula detesta ver a filha debaixo do edredom com Breno.[VÍDEO]

BBB18: Gleice chora ao lembrar que é muito pobre.[VÍDEO]

Leia tudo e assista ao vídeo