Depois de cancelar a visita que faria ao Rio de Janeiro na última sexta-feira, dia 16, o presidente Michel Temer (MDB) deve aterrisar na capital fluminense nesta terça-feira, dia 20, ou quarta-feira, dia 21, para debater a questão do orçamento destinado à intervenção federal no estado.

A notícia – veiculada pela jornalista Andréia Sadi, da GloboNews – surge um dia após Temer revelar o aumento da verba para a intervenção de R$ 800 milhões para R$ 1 bilhão. Responsável pelo comando da intervenção no Rio de Janeiro, o general Walter Souza Braga Netto solicitou R$ 3,1, bilhões para superar o déficit na segurança pública do estado fluminense.

Segundo a jornalista, Temer e seus auxiliares também discutem a possibilidade de um anúncio público sobre a questão da verba que será utilizada durante a realização da intervenção. Além da questão no Rio de Janeiro, o governo também precisou remanejar seu orçamento para lidar com o recém-criado Ministério Extraordinário da Segurança Pública, chefiado por Raul Jungmann.

Também nesta terça-feira, dia 20, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou acreditar que o governo terá dificuldades para alcançar os mais de R$ 3 bilhões requeridos pelo interventor, mas revelou que o governo está trabalhando para angariar mais verba em outras medidas, como a desoneração da folha de pagamento, que deve ser votada pela Câmara ainda nesta semana.

Maia também revelou que o governo pode elevar o orçamento para R$ 2 bilhões, mas destacou que a questão é delicada pois o orçamento da União está “100% comprometido”.

Siga a página Michel Temer
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!