O presidente Michel Temer fará uma reunião com governadores nesta quinta-feira (1º) para anunciar a criação de uma linha de financiamentos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para uso em investimentos na segurança pública. O recurso pode atingir até 40 bilhões de reais e será distribuídos para os Estados e prefeituras de todo o país.

O valor total que será investido ainda não foi fechado.

O Palácio do Planalto irá analisar a proposta e determinar os valores gastos. O financiamento estará à disposição dos governos por um período de 5 anos e não será exigido a aprovação do Tesouro Nacional. Porém, outras garantias serão determinados previamente.

O dinheiro financiado poderá ser aplicado em pagamentos de funcionários, para o gasto em armamento, terá que ser criado um sistema de inteligência ou programas para equipar polícias.

O presidente Temer tem se empenhado para criar estratégias com a finalidade de combater a violência em todo o país.

No mês passado foi anunciado a intervenção federal em segurança pública em todo o Estado do Rio de Janeiro e a criação do Ministério Extraordinário da Segurança.

Temer se reúne com os governadores para dar continuidade as estratégias de combate à violência, que provavelmente será o legado do presidente depois que deixar o cargo no fim deste ano.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Governo Michel Temer

Como um plano prioritário no Palácio do Planalto, a designação de recursos para a segurança foi um pedido dos governadores.

Temer irá aproveitar a reunião para chamar a atenção dos governadores quanto a urgência de projetos que garanta a segurança pública em todo o país. O presidente pretende pedir a colaboração de todos para a montagem de um Sistema Unificado de Segurança Pública, que ocorrerá ainda neste mês.

Raul Jungmann foi nomeado como ministro Extraordinário da Segurança Pública no fim do mês passado. Depois de sua posse, afirmou que irá dar continuidade com o projeto de concluir a votação do Sistema Unificado de Segurança Pública.

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), adiantou que já foi apresentado o esqueleto do projeto. Segundo ele, a proposta está sendo analisada juntamente com os ministros do Supremo, do Conselho Nacional do Ministério Público, Superior Tribunal de Justiça e do Conselho Nacional da Justiça, para que o debate seja mais amplo e assim chegarem a conclusão mais rapidamente possível.

Depois de ser aprovado o investimento, Temer pretende fazer uma reunião com os representantes de prefeitos para explicar sobre o novo projeto.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo