Não terminou bem a ideia do jovem Breno Brayan Silva Pedrosa, de 20 anos, de praticar um assalto, na madrugada desta terça-feira (24), na zona norte de Belo Horizonte. O rapaz tentou assaltar um motorista, porém no meio da ação criminosa, teve um mal súbito morreu.

O caso aconteceu por volta das 3 horas da manhã, no bairro Minas Caixa, na região de Venda Nova, onde o rapa pediu uma corrida por meio do aplicativo UBER. Quando o veículo trafegava no cruzamento entre as ruas Wilson Abrão Abdo e Walfrido Teixeira Simões ele anunciou o assalto.

Ameaçando a vítima com um objeto no pescoço, de acordo com o boletim de ocorrência, ele ordenou que o motorista parasse o veículo e descesse, mas não contava com a reação do mesmo.

O motorista, de 25 anos e que não teve sua identidade revelada, relatou no boletim de ocorrência que já havia deixado o carro quando percebeu que o assaltante, depois de ter trocado o bando de traseiro pela direção, guardava o objeto no bolso. Ao tomar conhecimento de que tal objeto não era uma arma de fogo, ele decidiu entrar no veículo para impedir que ele fosse levado.

O criminoso ainda tentou abandonar o veículo, mas eles entraram em luta corporal e o motorista conseguiu dominar seu oponente com um golpe no pescoço tomar a faca que o assaltante havia guardado no bolso.

Após isso, Pedrosa começou a passar mal, tendo convulsão. Vendo a situação, o dono do carro, retirou o rapaz do carro e chamou polícia, que por sua vez solicitou uma ambulância do SAMU, mas quando os socorristas chegaram ao local, constataram que o rapaz já se encontrava sem vida.

O corpo de Pedrosa foi encaminhado ao Instituto Médico Legal, onde seu corpo foi reconhecido pela mãe e pelo padrasto. Junto com ele, além da fata usada para praticar o assalto, também havia um canivete, um aparelho celular e pequena quantidade de maconha. Parentes informaram que o rapaz era usuário de drogas.

Após ser ouvido, o motorista do serviço de aplicativo foi liberado pela polícia, que entendeu que ele agiu em legítima defesa.

Outro caso parecido

Há dois anos um caso semelhante aconteceu também em Belo Horizontem, mas no bairro Santa Inês, região Leste da capital mineira. Na ocasião, por volta das 6 horas da manhã, dois homens em um carro teria abordado uma jovem. Um dos rapazes teria agarrado o braço e o pescoço da vítima e em seguida eles entraram em luta corporal, momento em que o criminoso sofreu um mal súbito e morreu. Seu comparsa fugiu do local a pé.

Não perca a nossa página no Facebook!