Um total de 1.036 detentos foram beneficiados pelo saidão de Páscoa, na última quinta-feira (29), no Distrito Federal. Diante disso, muitos internos que ganharam a liberdade provisória aproveitaram para cometer diversos crimes.

De acordo com informações repassadas pela Polícia, uma guarnição da Polícia Militar achou entranha a movimentação de dois homens dentro de um carro de luxo da marca Range Rover Evoque, avaliado em pouco mais de R$ 100 mil. A abordagem foi feita no SAI (Setor de Indústria e Abastecimento), no Distrito Federal, na madrugada desse domingo (1º).

Em seguida, os militares envolvidos na ocorrência pediram para os ocupantes encostarem o veículo para que uma abordagem pudesse ser realizada.

Os suspeitos, porém, não acataram o pedido feito pelos policiais. Logo após, começou uma intensa perseguição policial. A todo momento, os militares informavam para os suspeitos encostarem o veículo, mas o pedido não era atendido. Durante a perseguição, o condutor perdeu controle do Evoque, saiu da pista de rolamento e bateu em algumas árvores que estavam no canteiro central.

A batida do veículo foi tão forte que o motorista sofreu um corte profundo na testa, aparentando ter sofrido traumatismo craniano. O segundo ocupante, que estava no banco do carona, também ficou gravemente ferido. Diante disso, os policiais acionaram o Corpo de Bombeiros para que os indivíduos pudessem ser socorridos.

Quando os bombeiros chegaram ao local, tiveram uma certa dificuldade para remover os envolvidos no acidente.

Após serem retirados, os criminosos que haviam sido beneficiados com o saidão de Páscoa e roubaram o veículo foram conduzidos para o Instituto Hospital de Base. Não foram divulgadas as identidades dos envolvidos no acidente.

Algumas pessoas que passavam na hora do acidente ficaram impressionadas com a batida e fizeram vídeos. É possível conferir nas imagens o estrago no automóvel após a batida. Uma das rodas dianteiras saiu do veículo e foi parar em uma árvore.

Até o fechamento deste artigo, não havia informações se o veículo possuía seguro ou o que aconteceu com o proprietário.

Saidão de Páscoa

O benefício de saidão de Páscoa é concedido para presos que possuem bom comportamento. Os internos são liberados para passar a Páscoa do lado dos seus familiares. Porém, alguns detentos usam esse beneficio para realizar crimes e até fugir.

Há pessoas não apoiam esse benefício, já que o intuito da prisão é punir o indivíduo por algum crime grave que ele cometeu durante a permanência dele na sociedade.

Não perca a nossa página no Facebook!