Cristian Cravinhos foi um dos autores do assassinato dos pais de Suzane von Richthofen. O crime aconteceu em 2002 e chocou o mundo todo. O assassino foi condenado a 38 anos de prisão em regime fechado. Após alguns anos, foi autorizado pela Justiça para cumprir o restante da pena em regime aberto.

Porém, na madrugada dessa quarta-feira (18), ele cometeu mais um crime. Cristian é suspeito de agredir a companheira e tentar subornar os policias com uma quantia de dinheiro.

O caso aconteceu na cidade de Sorocaba, que fica situada no interior de São Paulo. Após os policiais receberem uma denúncia de violência contra uma mulher e porte ilegal de uma arma, fizeram uma ronda em torno da cidade. Eles encontraram somente uma motocicleta e não avistaram ninguém.

Os PMs continuaram com a ronda no bairro e encontrou Cristian e a mulher brigando. Cristian ficou assustado com a presença dos policias e tentou negociar com eles.

O suspeito tentou subornar os PMs com uma quantia de dinheiro e ainda negou que tinha uma arma.

Ele se apresentou a equipe como um dos irmãos Cravinhos. Ainda mais, disse que seu irmão Daniel traria a outra parte do dinheiro. Segundo os PMs, Cristian não queria voltar à prisão de jeito nenhum e foi bem resistente.

No entanto, foi atuado pelos crimes de corrupção ativa e posse ilegal de arma de fogo.

Apenas Suzane permanece na prisão, os irmãos Cravinhos estão cumprindo pena em liberdade. Suzane está namorando e diz que quer uma vida correta. Ela tem bons comportamentos na prisão e também trabalha na penitenciária.

Cristian Cravinhos passará por audiência de custódia nesta quarta-feira (18), pois foi preso em flagrante. O suspeito responderá por posse ilegal de arma de fogo e também por corrupção ativa.

Sua ex-mulher foi liberada.

Seu irmão é Daniel Cravinhos, ex-namorado de Suzana von Richthofen. Na época, ele foi condenado a 39 anos de prisão em regime fechado. Mas foi autorizado desde o ano passado pela Justiça a cumprir a prisão em regime aberto.

Em 2002, os pais de Suzane von Richthofen foram mortos pelos irmãos Cravinhos a golpes de barra de ferro. O crime foi arquitetado pela própria Suzane e chocou a sociedade.

O trio foi submetido a júri popular em 2006, sendo condenado e cada um recebeu sua sentença. Suzane foi condenada a 39 anos de prisão em regime fechado, mas hoje está para cumprir o resto da pena em regime aberto. Daniel recebeu a mesma sentença da ex-namorada, mas hoje cumpre pena em liberdade.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo