Uma inspeção foi feita por alguns em algumas celas de Caruaru, Pernambuco, para saber se os presos estavam sendo tratados de forma digna, mas esse cenário não foi encontrado pelos agentes.

Os agentes responsáveis pela vistoria informaram que todas as celas estão em total estado de abandono e sem qualquer manutenção. Muitas encontram sujas, com mau odor e sem qualquer sinal de limpeza por parte dos funcionários. Isso acaba infringindo o código dos direitos humanos, que diz que todos os infratores devem ser tratado de forma digna, sem que o acusado sofre traumas com a detenção.

Diante de uma nota, foi solicitada a limpeza de todas as celas de Caruaru, para que os presos possam viver temporariamente de forma mais digna. Sobre esse fato, um promotor de justiça identificado como Ernando Marzola, convocou uma reunião para que essa situação pudesse ser discutida, com intenção de melhorar as condições das celas onde os presos se encontram.

Até o fechamento dessa matéria, não tiveram novas informações sobre o caso.

Por que as celas não são limpas?

Atualmente, a situação financeira do Estado de Pernambuco é bastante crítica, onde as cidades vizinhas, como Caruaru, acabam sendo afetadas.

Com essa crise, muitas áreas importantes acabam sendo afetadas.Na maioria das vezes, parte das limpezas das celas é realizadas pelos próprios internos, pela falta de funcionários do local.

Essa situação vem acontecendo em todo país, onde a maioria dos presos vivem como indigentes, sem qualquer amparo por parte do Estado.

Problemas maiores

Além da falta de limpezas em celas, os internos ficam vulneráveis a diversas doenças transmissíveis, como HTVL, Mycoplasma genitalium, gonorreia, clamídia e doença Inflamatória Pélvica.

Parte dessas doenças são tratáveis, mas por conta da crise financeira, muitos internos são obrigados a conviverem com elas, correndo o risco de transmitir para outros presos.

Segundo informações, todas as penitenciárias públicas devem ter uma base médica, para que os internos possam ser tratados, mas por conta da superlotação e da crise, muitos acabam não sendo tratados, podendo sofrer sérios riscos de vida.

Como solucionar os problemas nas penitenciárias?

Para que esses problemas possam ser resolvidos, o Estado deveria investir financeiramente nas penitenciárias brasileiras, para que parte dessas situações possam ser amenizadas ou até mesmo instigues.

Não perca a nossa página no Facebook!