Um bom trabalho em equipe e entrosamento sempre foi um dos pilares para o sucesso em qualquer tipo de atividade, até mesmo na hora de se praticar um crime. E foi a falta desse entrosamento e entendimento que levou uma tentativa de assalto, praticada por dois homens, em Itanhaém, no litoral de São Paulo, a ser frustrada pela Polícia Militar.

O pitoresco caso aconteceu na madrugada desta sexta-feira (27), quando a atrapalhada dupla invadiu uma residência, na Rua Taubaté, no bairro Cibratel 2.

Publicidade
Publicidade

Na hora do assalto, no entanto, ele se desentenderam, entraram em luta corporal e para completar o festival de trapalhada, atiraram um contra o outro. Feridos, eles foram encaminhados para o hospital e nada da residência invadida foi levado.

De acordo coma polícia, a discussão teve início quando, já dentro do imóvel, eles decidiam o que seria levado da casa. A discussão rapidamente passou para agressões e finalmente troca de tiros entre eles. Um foi ferido no abdômen e na perna, enquanto que outro levou dois tiros nas costas.

Quando os policiais chegaram até a casa, um dos homens, de 33 anos, já havia sido levado ao hospital por populares, enquanto que o outro, de 22 anos, ainda estava no local e foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhado até o Hospital Irmã Dulce. Eles seguem internados, mas não correm risco de morrer.

Ainda de acordo com a PM, os dois homens já tinham passagem pela polícia por roubo e assim que deixarem o hospital serão indiciados por tentativa de homicídio e roubo. Apesar de não ter sido levado nada, as paredes da casa ficaram com marcas de tiros.

Publicidade

Segunda mais violenta do estado, segundo estudo

De acordo com informações divulgadas pelo ranking de Índice de Exposição a Crimes Violentos, dados este divulgados pelo Instituto Sou da Paz, revelaram nesta quinta-feira (26) que o município de Itanhaém é o segundo mais violento do Estado de São Paulo, ficando atrás de Lorena, dentre 138 municípios.

Para chegar a esses dados, o Instituto usou informações de boletins de ocorrência de homicídios, estupros e crime patrimonial em 2017.

Esse índice leva em conta apenas cidades com mais de 50 mil habitantes e mede a exposição desses municípios a crimes letais, contra o patrimônio e sexuais.

Ciente dos dados, a Prefeitura de Itanhaém informou, por meio da Secretaria de Trânsito e Segurança, que diversas medidas preventivas de apoio a segurança pública vem sendo tomadas.

Leia tudo