O bispo evangélico Marcones dos Santos Pereira, de 47 anos, foi preso após ser acusado de abusar sexualmente de uma menina de 13 anos. A Polícia Civil divulgou mensagens que foram enviadas pelo pastor para o WhatsApp da adolescente, onde ele solicita algumas fotos dela completamente nua, alegando que isto era a única forma de acabar de uma vez por todas com uma terrível maldição.

O fato aconteceu em Cristalina, próximo ao Distrito Federal, e deixou a população revoltada. Marcones disse à adolescente que ela deveria confiar nele e quem estava pedindo as imagens dela nua eram alguns anjos.

Em uma das mensagens, o pastor escreveu que a garota deveria pegar uma foto dela nua e enviar para ele, pelo celular, para que assim fosse possível quebrar a maldição e completou: "Os anjos que pediram".

Ele ainda escreveu que tão logo acabasse com a maldição, apagaria a foto imediatamente. O pastor foi preso no último domingo, dia 8, quando estava chegando à igreja para presidir um culto, no Balneário Camboriú, que fica no Litoral Norte de Santa Catarina. A mãe da garota fez uma denúncia e a Polícia Civil solicitou o mandado de prisão, que logo foi expedido pela Justiça de Goiás.

A mulher preferiu não se identificar, mas contou que a filha ficou conhecendo o bispo em junho do ano passado, assim que ele chegou em Cristalina. Era comum Marcones trocar mensagens com a jovem, mas, segundo a mãe, foi recentemente que a filha começou a se comportar de forma estranha.

Ela contou que a adolescente ficou mais agressiva e nervosa também, como se quisesse revelar algo, mas só depois de algum tempo é que finalmente disse o que estava acontecendo, deixando a mãe em estado de choque, já que o pastor era muito respeitado por todos.

O pai da menina também ficou aterrorizado e a família fez a denúncia, mas ficou muito triste por saber que há pessoas no mundo que usam o nome de Deus para se aproveitar de garotas inocentes.

Rafael Pareja, delegado responsável pelo caso, informou que, na verdade, o bispo não está ligado a nenhuma igreja e fazia pregações por conta própria, indo em várias instituições religiosas. Além dos eventos que frequentava em Goiás, também visitava igrejas em outros estados e até mesmo fora do Brasil.

Por isso, pode ser que ele tenha se aproveitado de outras adolescentes, mas, por enquanto, tudo está sendo investigado.

A polícia desconfia que Marcones tenha se aproveitado de outras garotas, porque se aproximava dos fiéis oferecendo ajuda espiritual e depois começava a trocar mensagens, mas não com todos, apenas algumas pessoas. O pastor chegou a dizer em uma das mensagens enviadas para esta adolescente que já tirou a virgindade de outras garotas. Por isso, ela poderia ficar tranquila que no final tudo daria certo.

Siga a página WhatsApp
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!