A manhã desta segunda-feira (2) foi de pânico e alerta em algumas cidades brasileiras, como São Paulo, Brasília e Belo Horizonte, que sentiram alguns tremores por causa de um terremoto de magnitude 6.8. Prédios da Avenida Paulista e a sede do Ministério Público (MP) na capital precisaram ser evacuados após o sinal de alarme.

O terremoto foi registrado por volta das 10h40 na Bolívia e foi sentido no Brasil, deixando a população em estado de alerta. Em um escritório de advocacia da Avenida Paulista, funcionários contaram que começaram a sentir um mal estar muito parecido com a labirintite.

"Cortinas começaram a bater. Havia alguma coisa tremendo", contou ao portal UOL uma pessoa que estava no escritório na hora do Tremor. Logo depois, a direção do edifício pediu para que o prédio fosse evacuado.

Como agir em casos de ocorrências de terremotos

Apesar do susto, o Corpo de Bombeiros de São Paulo informou que não foi registrado nenhum tremor em relação ao terremoto, mas explicou como agir em casos dessa natureza. Uma das recomendações é o abandono imediato do prédio através das escadas de emergência.

Além disso, é preciso acionar a Brigada de Emergência para ajudar na evacuação. Também é necessário verificar se existem rachaduras nas estruturas mais importantes, como colunas, paredes, vigas e pilares. O Corpo de Bombeiros ainda recomenda que a cada seis meses seja realizado um treinamento de evacuação de prédios para saber como agir quando for constatado um terremoto.

Terremoto assusta Brasília

O Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB) explicou que o tremor trata-se de um reflexo do terremoto de magnitude 6.8 que foi sentido na Bolívia. "É um tremor considerável, porém ainda não sabemos de estragos no Brasil", disse o professor da UnB George Sand França, ao portal G1.

O Setor Comercial Sul e outros pontos de Brasília sentiram o impacto do terremoto da Bolívia.

Três abalos pequenos e um maior com duração de mais de 5 segundos foram sentidos na capital federal. Foi preciso evacuar os prédios do SCS, as sedes da Infraero, Terracap, Secretaria de Segurança Pública e Ministério da Justiça.

As pessoas que estavam no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), no Aeroporto Juscelino Kubitschek e em Taguatinga Nortem também sentiram o tremor. As redes sociais foram bombardeadas com postagens falando sobre o terremoto da Bolívia que causou pânico no Brasil. Até o momento não houve nenhuma nova informação sobre o tremor.

Não perca a nossa página no Facebook!