Na manhã desta terça-feira (8), equipes de resgate do Corpo de Bombeiros encontraram o segundo corpo nos escombros do Edifício Wilton Paes de Almeida, no Largo do Paissandu, no Centro de São Paulo, que desabou após pegar fogo na madrugada do último dia 1º de maio.

De acordo com informações da equipe de resgate, o corpo encontrado é de pequeno porte, o que indica que pode ser de um dos gêmeos de 9 anos de idade, Welder ou Wender, que estão desaparecidos juntamente com a mãe, Selma.

Ainda de acordo com os bombeiros, o corpo apresentava sinais de carbonização.

“Em uma escavação manual, foi localizado o corpo de uma vítima de pequeno porte”, disse o porta-voz do Corpo de Bombeiros, capitão Palumbo.

Após a descoberta deste segundo corpo, as equipes de resgate intensificaram as buscas naquela ponto, uma vez que acreditam que mais vítimas possam estar por ali. Os bombeiros seguem fazendo trabalho de remoção manual.

Durante a noite dessa segunda-feira (7), a cadela Sara deu indícios de que havia pessoas ali.

Antes de essa segunda vítima ser encontrada, por volta das 6h30, equipes de resgate já haviam resgatado o corpo de Ricardo Pinheiro, que estava sendo resgatado no momento em que o prédio acabou desabando. Ele foi enterrado no último sábado (5).

Número de desaparecidos sobe

Mesmo com dois corpos sendo encontrados, subiu o número de pessoas desaparecidas após o desabamento do edifício.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Nessa segunda-feira (6), mais duas pessoas foram incluídas na lista dos que estão desaparecidos.

Durante a manhã, a empregada doméstica Zenaide Melo Sousa foi até a delegacia prestar queixa do desaparecimento do ex-marido Francisco Lemos Dantas, 56 anos, que morava no local. “Ele estava lá com certeza”, disse.

O homem não estava na lista de pessoas que sumiram após o desmoronamento. Um dos filhos de Dantas relatou que havia conversado com o pai duas horas antes do início do incêndio.

O rapaz de 16 anos queria combinar de ir ao encontro dele, mas Dantas disse que iria dormir.

Também na segunda-feira, parentes disseram que Artur Hector de Paula, de 45 anos, que também morava no edifício, não de entrou mais em contato desde o dia do incêndio.

Além deles, os bombeiros procuram Selma Almeida da Silva, de 40 anos, e seus dois filhos gêmeos (o corpo encontrado nesta terça pode ser de um deles), Welder e Wender, de 9 anos; Eva Barbosa, de 42 anos; e Walmir de Souza Santos, de 47 anos.

Durante a segunda-feira aumentou o número de pessoas relatadas por moradoras como desaparecidas. Agora são 72, mas isso não quer dizer que elas estejam nos escombros.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo