Pastor George Alves, da Igreja Batista Vida e Paz, foi preso e está sendo investigado por homicídio de dois meninos que morreram queimados em sua casa, em Linhares/ES. O caso ocorreu no dia 21 de abril. Sua esposa e mãe das crianças, Juliana Salles, estava viajando para um congresso, no qual havia levado seu filho mais novo, deixando dois meninos em casa com seu marido. George é pai de Joaquim e padrasto de Kauã, filho de Juliana em outro relacionamento.

Por volta das 2 horas da manhã, houve um incêndio somente no quarto onde estavam as crianças. Quando os bombeiros chegaram, os dois já estavam sem vida.

O pastor estava em outro quarto. Ele afirma que tentou salvar os dois e não conseguiu. Em seguida, começaram as investigações policiais, porém, George Alves atrapalhou muito, segundo o delegado. Por isso, ele foi considerado suspeito do crime, sendo preso preventivamente.

Comportamento estranho

No dia seguinte ao acidente, o pastor George Alves celebrou um culto na igreja da qual faz parte. Em um vídeo, é possível ver que ele parece muito feliz para quem perdeu dois filhos de forma tão brutal. Nas redes sociais, há muitos comentários sobre o caso e a postura fria do casal perante o acontecimento. Agora, estão sendo chamados de "casal Nardoni Gospel".

Antes o caso era considerado, pelos bombeiros, um acidente, com a possibilidade de uma falha elétrica no ar-condicionado no quarto das crianças.

Porém, após muitos dias de investigações e muitos depoimentos a Polícia já trabalha com a hipótese de homicídio, pedindo, nessa quinta-feira (17) a prorrogação da prisão do pastor.

De acordo com o delegado, as investigações estão chegando ao final e em breve eles irão divulgar todos os dados esclarecendo o caso para a população.

Ninguém ainda informou o motivo da suspeita de homicídio, mas a prisão temporária foi decretada para que essa hipótese seja confirmada ou descartada. O único fato que fez crescer a suspeita sobre o pastor realmente foi ele ter atrapalhado as investigações.

O culto de celebração

A atitude do pastor, após a morte das crianças, está sendo considerada suspeita pelos internautas.

Ele não aparenta estar elaborando um luto pela perda do filho e do enteado e se diz machucado por ter tentado salvar os dois do incêndio, mas se mostra extramente interessado em outros assuntos, mostrando um certo desapego para com as crianças. Confira o vídeo e tire as suas próprias conclusões:

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Música
Seguir
Siga a página Religião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!