Já está na cadeia o último suspeito de envolvimento no assassinato do delegado da Polícia Federal do Maranhão, Davi de Farias Aragão, 36 anos. Davi Costa Martins entregou-se à polícia na noite dessa quinta-feira (10), e foi levado direto para a Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoas, na capital Maranhense. Davi seria o autor dos disparos que atingiram o delegado.

A Polícia Civil já havia capturado os outros dois envolvidos e, em parceria com a Polícia Federal, intensificou a busca pelo terceiro que, sabendo do cerco fechado, decidiu entregar-se.

O delegado da PF foi morto a tiros e facadas durante o aniversário de cinco anos da filha no sábado, dia 5 deste mês. A principal hipótese é a de latrocínio (roubo seguido de morte).

As investigações mostravam que Davi Martins estava escondido no Maracanã, na zona rural de São Luís. De posse do mandado de prisão expedido contra o suspeito, policiais foram ao local e realizaram buscas. Davi Martins não foi encontrado no primeiro momento.

O trabalho continuou e o cerco foi sendo fechado ainda mais. O suspeito, então, resolveu render-se e entregar-se à polícia.

Com a prisão de Davi Martins, os três suspeitos de participação no crime já foram tirados de circulação e vão responder à Justiça. Na última segunda-feira (7), dois dias após o assassinato, a polícia apreendeu um adolescente de 17 anos, no bairro da Divinéia, em São Luís. O menor teria confessado aos policiais sua participação no homicídio.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Curiosidades

O adolescente teria dito que foi ele que desferiu os golpes de faca no delegado da Polícia Federal.

Ainda na noite do assassinato, Wanderson de Morais Baldez, que havia sido ferido durante luta corporal com a vítima, foi preso quando buscava atendimento médico em uma Unidade de Pronto Atendimento da capital.

O crime

No último sábado (5), o delegado Davi Aragão comemorava com amigos e familiares o aniversário de cinco anos da filha.

A festa era realizada na casa da vítima, no bairro Araçagy, em São Luís. Por volta das 23h, três bandidos pularam o muro do imóvel, observaram bem a movimentação e invadiram a residência. De acordo com a polícia, os presos Wanderson Baldez e Davi Martins e o adolescente de 17 anos, apreendido, são esses três bandidos.

Ao entrarem na casa do delegado anunciaram o assalto. Convidados da festa tiveram objetos pessoas roubados.

Em determinado momento, os assaltantes teriam tentado entrar em um cômodo onde estavam crianças que comemoravam o aniversário. O delegado teria tentado impedir. Houve luta corporal e os bandidos atiraram pelo menos 3 vezes contra Davi Aragão, além de esfaqueá-lo.

O delegado morreu a caminho do hospital. O corpo de Davi Aragão foi sepultado no Cemitério Parque da Saudade, em São Luís, na tarde do último domingo, dia 6.

O sepultamento foi marcado por muita comoção, revolta e homenagens.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo